Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
Programa: Turismo e Brasília
 
Prioridade: Articulação com as diferentes áreas do governo buscando transformar Brasília em um destino com áreas urbanas revitalizadas, polos de alta tecnologia, arte, cultura e economia criativa a serem visitados, além de áreas rurais bem estruturadas para o turismo.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Apoiada a realização da 1ª Mostra Tecnológica da Agricultura Familiar, na semana do alimento orgânico, em 2017. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL

FERNANDA CAROLINA DE AZEVEDO OLIVEIRA

ouvidoria@seagri.df.gov.br;
Inclusão de Brasília na Rede de Cidades Criativas da Unesco (link aqui), em 2017, com o objetivo de promover a inovação e a criatividade como principais impulsionadores de um desenvolvimento urbano mais sustentável e inclusivo.

O Mapa Brasília Cidade Criativa do Design conecta o estilo de vida brasiliense aos lugares onde o design se destaca na cidade, como cafés, galerias, lojas, restôs, bares e cervejarias.

O guia foi uma parceria entre a Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer e o Sebrae-DF. http://www.turismo.df.gov.br/cidade-criativa-do-design/

Concluído SECRETARIA ADJUNTA DE TURISMO

MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

ouvidoria.sesp.df@gmail.com
Criada a Biotic S/A, subsidiária de propósito específico, registrada na Junta Comercial do Distrito Federal em janeiro/2018. A mesma tem diversos objetivos, incluindo participações societárias e gestão de negócios da infraestrutura do Parque Tecnológico de Brasília. Atualmente, a Terracap é a única sócia, mas existe a possibilidade de abertura de capital. Publicado em março/2018, o edital de chamamento para seleção de empresas de base tecnológica que desenvolvam atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação, para a formalização de contrato de cessão de uso oneroso, das instalações do edifício de governança do Parque Tecnológico de Brasília - Biotic. Concluído COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA - TERRACAP

PAULO SÉRGIO DIAS PEREIRA

ouvidoria@terracap.df.gov.br;
Lançado o plano de Turismo Criativo, em 2016, com o objetivo de integrar as políticas públicas dos governos federal e distrital, por meio de programas e projetos vinculados, na sua transversalidade, com os princípios da política nacional de turismo e de outras políticas públicas que enfatizam o desenvolvimento e a criatividade, apresentando projetos e ações em parceria com lideranças do setor turístico e cultural da cidade.(link aqui).

É resultado da parceria com o Sebrae no DF, e foi formulado em colaboração e cooperação com representantes de órgãos de governo, sociedade civil, empreendedores, organizações de ensino e lideranças do setor turístico e cultural da cidade.

Concluído SECRETARIA ADJUNTA DE TURISMO

MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

ouvidoria.sesp.df@gmail.com
Implantadas, em 2017, calçadas e ciclovia na Avenida S3, na W3 Sul. Essa iniciativa contemplou a revitalização da Via S3, entre o Setor Comercial e o Instituto Hospital de Base, com a execução de 4,5 mil m² de calçadas, paisagismo e construção de ciclovia. Concluído Implantadas, em 2017, calçadas e ciclovia na Avenida S3, na W3 Sul. Essa iniciativa contemplou a revitalização da Via S3, entre o Setor Comercial e o Instituto Hospital de Base, com a execução de 4,5 mil m² de calçadas, paisagismo e construção de ciclovia. Implantadas, em 2017, calçadas e ciclovia na Avenida S3, na W3 Sul. Essa iniciativa contemplou a revitalização da Via S3, entre o Setor Comercial e o Instituto Hospital de Base, com a execução de 4,5 mil m² de calçadas, paisagismo e construção de ciclovia. COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL

FABIANO ARSENIO SOARES

ouvidoria@novacap.df.gov.br
Desenvolvidos os seguintes projetos de infraestrutura de mobilidade ativa e sistema viário:
  • Projeto de adequação de sistema viário, implantação de sistema cicloviário e acessibilidade na Área de Desenvolvimento Econômico - ADE Setor de Indústrias e Área de Desenvolvimento Econômico - ADE Setor de Depósitos de Materiais de Construção em Ceilândia - Decreto nº 38.274/2017 (link aqui)
  • Projeto executivo de rota acessível da Estação 112 Sul do Metrô à W3 e via L2 - Portaria nº 100, de 27/07/2017 (link aqui) - Recursos Convênio nº 7 BID
  • Projeto de sistema viário das quadras 1 a 6 do Setor Hoteleiro Sul - Portaria nº 164, de 18/12/2017 (link aqui). Projeto orçado, com recursos aprovados pelo Fundurb (R$ 700 mil), na Novacap para licitação
  • Projeto de rota acessível ao Centro de Ensino Especial - CEE 01 Samambaia (QS 303, conjunto 04, lote 01); Gama (EQ 55/56 - AE 02); Brazlândia - Portaria nº 62, de 02/05/2017 (link aqui), Sobradinho e Taguatinga
  • Projeto mobilidade ativa em Ceilândia - rotas de acessibilidade e malha cicloviária do Sesc em direção à Estação Central de Ceilândia (QNN 17/ 19) - Portaria nº 84, de 27/07/2017 (link aqui)
  • Projeto de calçadas e regularização de estacionamentos, em fase de aprovação - Sudoeste Econômico
Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE GESTAO DO TERRITORIO E HABITACAO

MAURO RIBEIRO BARBOSA JÚNIOR

ouvidoria@segeth.df.gov.br
Instituída a Política de Carnaval, por meio do Decreto nº 38.019/2017 (link aqui), que regulamenta a Lei 4.738/2011, a qual dispõe sobre o carnaval de Brasília como política pública de Estado.

Após a instituição da política, o carnaval de rua de Brasília cresceu. Enquanto em 2015 a folia reuniu 370 mil pessoas, em 2017 o público saltou para 1,5 milhão de foliões. Para garantir que essa manifestação tão importante da cultura brasileira permaneça pública, gratuita e segura para a população, o governo facilitou o processo de cadastramento de blocos e a emissão de alvarás e licenças para as manifestações artísticas. Além de desburocratizar a organização da festividade e valorizar a diversidade e espontaneidade das manifestações artísticas, a nova política, construída com ampla participação social, garante a preservação do patrimônio histórico e cultural de Brasília e o ordenamento da ocupação do espaço público durante os dias de folia.

O carnaval de Brasília 2018 movimentou um público de mais de 1,5 milhão de pessoas, distribuídas em mais de 60 blocos, tradicionais e alternativos, em 19 Regiões Administrativas. As contratações artísticas foram por meio de chamamento público que contemplou 40 grupos musicais, com um investimento de cerca de R$ 5 milhões, representando o maior investimento direto para artistas locais no Brasil e na história do Distrito Federal.

Concluído Instituída a Política de Carnaval, por meio do Decreto nº 38.019/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/c729ae61ce8049528b2539d70a0cdd9f/Decreto_38019_21_02_2017.html">link aqui</a>), que regulamenta a Lei 4.738/2011, a qual dispõe sobre o carnaval de Brasília como política pública de Estado. 
</p>
Após a instituição da política, o carnaval de rua de Brasília cresceu. Enquanto em 2015 a folia reuniu 370 mil pessoas, em 2017 o público saltou para 1,5 milhão de foliões. Para garantir que essa manifestação tão importante da cultura brasileira permaneça pública, gratuita e segura para a população, o governo facilitou o processo de cadastramento de blocos e a emissão de alvarás e licenças para as manifestações artísticas. Além de desburocratizar a organização da festividade e valorizar a diversidade e espontaneidade das manifestações artísticas, a nova política, construída com ampla participação social, garante a preservação do patrimônio histórico e cultural de Brasília e o ordenamento da ocupação do espaço público durante os dias de folia.
<p>
O carnaval de Brasília 2018 movimentou um público de mais de 1,5 milhão de pessoas, distribuídas em mais de 60 blocos, tradicionais e alternativos, em 19 Regiões Administrativas. As contratações artísticas foram por meio de chamamento público que contemplou 40 grupos musicais, com um investimento de cerca de R$ 5 milhões, representando o maior investimento direto para artistas locais no Brasil e na história do Distrito Federal. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (link aqui), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017.

No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas.

O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas.

Concluído Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Realizadas ações convergentes entre Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, no período de 2015 a 2018, a exemplo de:
  • Carnaval
  • Aniversário de Brasília
  • Natal
  • Reveillon
Concluído Realizadas ações convergentes entre Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, no período de 2015 a 2018, a exemplo de:  
<ul>
    <li>Carnaval</li>
    <li>Aniversário de Brasília</li>
    <li>Natal</li> 
    <li>Reveillon</li> Realizadas ações convergentes entre Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, no período de 2015 a 2018, a exemplo de:  
<ul>
    <li>Carnaval</li>
    <li>Aniversário de Brasília</li>
    <li>Natal</li> 
    <li>Reveillon</li> SECRETARIA ADJUNTA DE TURISMO

MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

ouvidoria.sesp.df@gmail.com
Implementado o Projeto Brasília Cinematográfica, previsto no Plano de Turismo Criativo de Brasília 2016/2019, iniciando com a criação da Brasília Film Commission, por meio do Decreto nº 39.343, de 18/09/2018,(link aqui), que institui a política de estímulo a filmagens do Distrito Federal.

O projeto é realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal - Secult.
Concluído SECRETARIA ADJUNTA DE TURISMO

MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

ouvidoria.sesp.df@gmail.com
Apoiada a implementação da Festa da Goiaba, em Brazlândia, a partir de 2016, para divulgação da cultura, estímulo da economia local e integração entre os produtores. Concluído Apoiada a implementação da Festa da Goiaba, em Brazlândia, a partir de 2016, para divulgação da cultura, estímulo da economia local e integração entre os produtores. SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL

FERNANDA CAROLINA DE AZEVEDO OLIVEIRA

ouvidoria@seagri.df.gov.br;
Incrementada em 2016, a Festa do Morango, em Brazlândia, com a implementação do colha e pague. Concluído Incrementada em 2016, a Festa do Morango, em Brazlândia, com a implementação do colha e pague. SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL

FERNANDA CAROLINA DE AZEVEDO OLIVEIRA

ouvidoria@seagri.df.gov.br;
City Guide Brasília: finalizada a versão digital do mapa, apresentada em 05/06/2018, com os principais empreendimentos relacionados ao turismo criativo e ao design brasiliense. O Guia dos bons endereços de Brasília está disponível em versão online, no site (link aqui)
Foram impressos 5 mil exemplares pela Secretaria de Comunicação.
Em andamento SECRETARIA ADJUNTA DE TURISMO

MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

ouvidoria.sesp.df@gmail.com
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0