Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
CULTURA
Programa: Desenvolvimento das Artes
 
Prioridade: Programa Circula Cultura, com ações permanentes de difusão cultural, formação de apreciadores da arte, bem como de circulação de espetáculos, exibições, mostras em todas as cidades.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
O edital Conexão FAC - Viagens; Intercâmbios-bolsas, disponibilizou R$ 3,2 milhões em 121 projetos de circulação, intercâmbios e participações em eventos internacionais, além de R$ 1,6 milhão em bolsas de estudo para 57 projetos, entre os anos de 2015 e 2017

Entre janeiro e novembro de 2018, por meio do edital de fluxo contínuo do Programa Conexão Cultura DF, foram apoiados mais de 130 ações de formação, pesquisa, promoção, difusão e intercâmbio cultural, disponibilizando aproximadamente R$ 3 milhões.

Mais informações (link aqui).

Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais.
  • Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga
  • Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas
  • Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I
  • Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival
Concluído Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais. <ul>
    <li>Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival</ul> Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais. <ul>
    <li>Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival</ul> Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais. <ul>
    <li>Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival</ul> SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (link aqui), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017.

No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas.

O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas.

Concluído Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Implantado o Projeto Brasília Cênica, por meio de convênio federal, em 2017. O projeto consiste em fomento aos espaços cênicos independentes do DF, selecionados e habilitados por meio de edital. As ações são atreladas às linhas de diversidade e inclusão social, com atividades de teatro, dança, oficinas de formação e performances, na sua maioria, em parceria com rede pública de ensino. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa a Política Conexão Cultura, implementada, em 2016, por meio da Portaria nº 158, de 20/09/2016 (link aqui) e da Portaria 106, de 20/04/2018 (link aqui). A iniciativa promove fomento continuado de circulação regional e nacional, com participação em feiras e mercados setoriais no Brasil e no exterior; oferta de bolsas de formação e capacitação cultural e artística; residências e intercâmbios artísticos. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Lançados Editais Estratégicos:
  • Negócios 2017 e 2018, que contemplam delegações em mercados de ponta no Brasil e no mundo
  • Plataformas 2017 e 2018, que premiam iniciativas do DF, as quais propiciam o contato de profissionais de ponta do Brasil e no Mundo com a produção local, como curadores, compradores e críticos
Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Implementado o Circuito de Atividades Circenses, por meio de lançamento de edital de chamamento público, em agosto/2017, para compor o Circuito de Atividades Circenses, como forma de estimular o setor do circo e ampliar o acesso das comunidades do DF à lúdica expressão cultural. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Publicada, em 2016, a primeira edição do FAC Regionalizado. O resultado final do edital de 2016 foi publicado em 2017, disponibilizando R$ 6,4 milhões para 96 projetos. Em 2017, foi publicada a 2ª edição do edital; nele foram contemplados cerca de 121 projetos, tendo sido disponibilizado o valor total de R$ 8,04 milhões. O edital de 2018 foi publicado dia 11/06/18 (link aqui). Nesta nova edição serão disponibilizados novamente R$ 8,04 milhões para 121 novos projetos. O resultado final deverá ser publicado em 2019. Em andamento SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Realizadas, em comemoração ao aniversário de Brasília de 2017, intervenções culturais na Rodoviária do Plano Piloto (Sarau Literário, apresentação dos músicos Roberto Corrêa e Badia Medeiros e Grupo de Catira), na Estação Terminal de Samambaia (Folia de Reis, Dança de Roda do Grupo Menino Jesus de Praga de Brazlândia, apresentação do Teatro de Rua Carriola e projeto Aborígene: Trilhando Poesia) e na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga (apresentação poética do projeto A Arte de Ler, apresentação da dupla sertaneja Macedo e Mariano e Orquestra Popular Percussiva Batukenj).

Em 2018, a programação do Aniversário de Brasília foi descentralizada, com 32 atividades gratuitas das mais diversas linguagens e expressões artísticas espalhadas por dez regiões administrativas. A tradicional comemoração com shows musicais ocorreu nos dias 21 e 22 de abril, no palco montado na Esplanada dos Ministérios. Além da música,ocorreram espetáculos e oficinas cênico-circenses, contação de histórias e ainda atividades promovidas por iniciativa da sociedade civil, como o MID - Movimento Internacional de Dança, o festival de hip-hop Quando as Ruas Chamam, a exposição fotográfica Yawalapiti - Entre Tempos, o 4º Festival Espetaculim, o Repertório nos Parques e o festival República Blues. Esta programação se espalhou por 10 regiões administrativas. Para encerrar as comemorações pelo 58º Aniversário de Brasília, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro levou clássicos do cinema e de compositores brasileiros para o Parque Ecológico de Águas Claras no dia 28/04.

Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0