Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
CULTURA
Programa: Patrimônio
 
Prioridade: Efetivar a Educação Patrimonial nas instituições de ensino em Brasília, na Educação Básica e no Ensino Superior, com a inclusão de um programa de documentação e divulgação da história de Brasília, da construção à atualidade.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Implantada a Política de Educação Patrimonial na Secretaria de Educação por meio da Portaria nº 265, de 16/08/2016 (link aqui), com inclusão de: dia letivo temático no calendário escolar da rede pública de ensino, estabelecimento de parcerias com órgãos e entidades, produção de material didático-pedagógico, realização de seminários, exposições, oficinas, jornadas e eventos, participação com estande no circuito de ciências (para divulgação da política pública de educação patrimonial) e divulgação de experiências das unidades escolares. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DF

EVELYNE MARIA MOURA DA CUNHA

ouvidoria@se.df.gov.br;
Centro de Educação e Patrimônio - Cepat, em fase de formalização de parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio e com o Ministério do Meio Ambiente. O centro funcionará no Parque Nacional de Brasília com atendimento a estudantes da educação integral em visitas semanais com oficinas de educação ambiental e patrimonial, trilhas pedagógicas, formação de professores e lazer. Em andamento SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DF

EVELYNE MARIA MOURA DA CUNHA

ouvidoria@se.df.gov.br;
Realizado desde 2015, como parte da programação do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas do DF é desenvolvido pela Secretaria de Cultura em parceria com o Canal E, da Secretaria de Educação. A proposta visa dar visibilidade e incentivar a produção audiovisual de estudantes da rede pública de ensino e promover o ensino de audiovisual para cerca de 250 mil estudantes da rede pública. As premiações, em 2015 e 2016, foram bolsas de estudo na Cult Vídeo e, na terceira edição, em 2017, o Centro Universitário IESB ofereceu seis bolsas de estudos (três de 50% e três de 100%) no ensino superior.

Em 2018, o 4º Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas do DF aconteceu no Cine Brasília, nos dias 17 e 18 de setembro. Foram inscritos estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio, da educação profissional e da educação de jovens e adultos (EJA). Os 30 melhores curtas, 15 dos alunos de ensino fundamental e 15 dos demais estudantes, foram escolhidos para concorrer às premiações do evento. Ao todo, nove categorias receberam premiações, entre troféus, certificados, bolsas de estudo em cursos de aperfeiçoamento em audiovisual, entre outros. Em todas as edições houve participação ativa de alunos da rede pública de ensino:

  • 2015 - 2.000 alunos e 101 filmes inscritos
  • 2016 - 3.230 alunos e 103 filmes inscritos
  • 2017 - 3.120 alunos e 163 filmes inscritos
  • 2018 - 3.130 alunos e 144 filmes inscritos
Concluído Realizado desde 2015, como parte da programação do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas do DF é desenvolvido pela Secretaria de Cultura em parceria com o Canal E, da Secretaria de Educação. A proposta visa dar visibilidade e incentivar a produção audiovisual de estudantes da rede pública de ensino e promover o ensino de audiovisual para cerca de 250 mil estudantes da rede pública. As premiações, em 2015 e 2016, foram bolsas de estudo na Cult Vídeo e, na terceira edição, em 2017, o Centro Universitário IESB ofereceu seis bolsas de estudos (três de 50% e três de 100%) no ensino superior.<p>

Em 2018, o 4º Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas do DF aconteceu no Cine Brasília, nos dias 17 e 18 de setembro. Foram inscritos estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio, da educação profissional e da educação de jovens e adultos (EJA). Os 30 melhores curtas, 15 dos alunos de ensino fundamental e 15 dos demais estudantes, foram escolhidos para concorrer às premiações do evento. Ao todo, nove categorias receberam premiações, entre troféus, certificados, bolsas de estudo em cursos de aperfeiçoamento em audiovisual, entre outros. Em todas as edições houve participação ativa de alunos da rede pública de ensino:<p>
<ul>
    <li>2015 - 2.000 alunos e 101 filmes inscritos</li> 
</ul><ul>
    <li>2016 - 3.230 alunos e 103 filmes inscritos</li>
</ul><ul>
    <li>2017 - 3.120 alunos e 163 filmes inscritos</li>
</ul><ul>
    <li>2018 - 3.130 alunos e 144 filmes inscritos</li>
</ul>
Realizado desde 2015, como parte da programação do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas do DF é desenvolvido pela Secretaria de Cultura em parceria com o Canal E, da Secretaria de Educação. A proposta visa dar visibilidade e incentivar a produção audiovisual de estudantes da rede pública de ensino e promover o ensino de audiovisual para cerca de 250 mil estudantes da rede pública. As premiações, em 2015 e 2016, foram bolsas de estudo na Cult Vídeo e, na terceira edição, em 2017, o Centro Universitário IESB ofereceu seis bolsas de estudos (três de 50% e três de 100%) no ensino superior.<p>

Em 2018, o 4º Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas do DF aconteceu no Cine Brasília, nos dias 17 e 18 de setembro. Foram inscritos estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, do ensino médio, da educação profissional e da educação de jovens e adultos (EJA). Os 30 melhores curtas, 15 dos alunos de ensino fundamental e 15 dos demais estudantes, foram escolhidos para concorrer às premiações do evento. Ao todo, nove categorias receberam premiações, entre troféus, certificados, bolsas de estudo em cursos de aperfeiçoamento em audiovisual, entre outros. Em todas as edições houve participação ativa de alunos da rede pública de ensino:<p>
<ul>
    <li>2015 - 2.000 alunos e 101 filmes inscritos</li> 
</ul><ul>
    <li>2016 - 3.230 alunos e 103 filmes inscritos</li>
</ul><ul>
    <li>2017 - 3.120 alunos e 163 filmes inscritos</li>
</ul><ul>
    <li>2018 - 3.130 alunos e 144 filmes inscritos</li>
</ul>
SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
A Secretaria de Cultura - SEC e a Secretaria de Educação - SEE realizarão nova edição do projeto "Territórios Culturais", por meio do qual a SEE disponibiliza professores para ações de educação patrimonial em equipamentos da Secretaria de Cultura. As inscrições para o processo de seleção de seis professores foram abertas em 12/11/2018.

Além disso, a SEC e a SEE desempenharam conjuntamente o evento "Jornadas do Patrimônio", de 15 a 17/08/2018 no Museu Nacional, para debater temas ligados à educação patrimonial e à proteção e valorização do patrimônio cultural do DF.

Em andamento SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Lançado o projeto Agefis nas Escolas em novembro/2017, na Escola Classe 1 do Incra 8, em Brazlândia. O projeto tem o objetivo geral de disseminar, entre os estudantes e professores do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de ensino do Distrito Federal, ações educativas integradas, focadas na aproximação da Agência de Fiscalização do Distrito Federal - Agefis com a comunidade e, ainda, suscitar o engajamento do cidadão mirim. No evento de lançamento, participaram 131 estudantes, professores e convidados.

Em 2018, 491 estudantes das cidades de Ceilândia e Taguatinga participaram do projeto.
Concluído Lançado o projeto Agefis nas Escolas em novembro/2017, na Escola Classe 1 do Incra 8, em Brazlândia. O projeto tem o objetivo geral de disseminar, entre os estudantes e professores do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de ensino do Distrito Federal, ações educativas integradas, focadas na aproximação da Agência de Fiscalização do Distrito Federal - Agefis com a comunidade e, ainda, suscitar o engajamento do cidadão mirim. No evento de lançamento, participaram 131 estudantes, professores e convidados.
<br><br>
Em 2018, 491 estudantes das cidades de Ceilândia e Taguatinga participaram do projeto.
Lançado o projeto Agefis nas Escolas em novembro/2017, na Escola Classe 1 do Incra 8, em Brazlândia. O projeto tem o objetivo geral de disseminar, entre os estudantes e professores do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de ensino do Distrito Federal, ações educativas integradas, focadas na aproximação da Agência de Fiscalização do Distrito Federal - Agefis com a comunidade e, ainda, suscitar o engajamento do cidadão mirim. No evento de lançamento, participaram 131 estudantes, professores e convidados.
<br><br>
Em 2018, 491 estudantes das cidades de Ceilândia e Taguatinga participaram do projeto.
Lançado o projeto Agefis nas Escolas em novembro/2017, na Escola Classe 1 do Incra 8, em Brazlândia. O projeto tem o objetivo geral de disseminar, entre os estudantes e professores do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de ensino do Distrito Federal, ações educativas integradas, focadas na aproximação da Agência de Fiscalização do Distrito Federal - Agefis com a comunidade e, ainda, suscitar o engajamento do cidadão mirim. No evento de lançamento, participaram 131 estudantes, professores e convidados.
<br><br>
Em 2018, 491 estudantes das cidades de Ceilândia e Taguatinga participaram do projeto.
AGENCIA DE FISCALIZACAO DO DISTRITO FEDERAL

DORI ALVES JUNIOR

ouvidoria@agefis.df.gov.br
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0