Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
CULTURA
Programa: Promoção da Cultura
 
Prioridade: Programa de acesso e produção cultural e artística no sistema de ensino de Brasília.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais.
  • Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga
  • Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas
  • Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I
  • Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival
Concluído Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais. <ul>
    <li>Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival</ul> Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais. <ul>
    <li>Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival</ul> Mantida a parceria com a Secretaria de Educação - SEE, para a realização do Festivalzinho, que faz parte das ações pedagógicas do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O evento objetiva a apreciação e fruição estética dos meios audiovisuais. Alunos de sete a 12 anos - ensino fundamental, anos iniciais e finais, têm contato com as novas produções do cinema nacional, possibilitando práticas pedagógicas a partir de eixos transversais. <ul>
    <li>Em 2015: foram atendidos 4.895 alunos de 12 escolas do Gama, Ceilândia e Taguatinga</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2016: foram atendidos 4.410 alunos de 69 escolas pertencentes a 14 regiões administrativas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: foram atendidos 5.448 alunos de escolas públicas de 19 regiões administrativas. A programação foi apresentada nos seguintes espaços: Cine Brasília, Museu Nacional, Teatro da Praça (Taguatinga), Colégio Gama, Teatro de Sobradinho, Riacho Fundo I</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram atendidos mais de 5.200 alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal. As atividades seguiram previstas como programação prioritária na realização do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, tanto nas sessões regulares do Cine Brasília e Museu Nacional da República quanto nos pontos oficiais de exibição do Festival</ul> SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Realizado, em 2017, o projeto Música na Escola (link aqui), via Termo de Fomento. Foram realizados 20 encontros, com visitação das escolas de diferentes regiões administrativas, em horário de aula, no Clube do Choro de Brasília. Os alunos tiveram contato com o teatro, instrumentos musicais e oficinas instrumentais. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Implantado o Projeto Eixo Imaginário, via termo de fomento, com a realização das seguintes atividades culturais: 14 espetáculos, 12 ações de formações, sete ruas de lazer, uma colônia de férias, oito vivências para estudantes da rede pública de ensino. O projeto iniciou em novembro/2017 e finalizou em agosto/2018. Concluído Implantado o Projeto Eixo Imaginário, via termo de fomento, com  a realização das seguintes atividades culturais: 14 espetáculos, 12 ações de formações, sete ruas de lazer, uma colônia de férias, oito vivências para estudantes da rede pública de ensino. O projeto iniciou em novembro/2017 e finalizou em agosto/2018. Implantado o Projeto Eixo Imaginário, via termo de fomento, com  a realização das seguintes atividades culturais: 14 espetáculos, 12 ações de formações, sete ruas de lazer, uma colônia de férias, oito vivências para estudantes da rede pública de ensino. O projeto iniciou em novembro/2017 e finalizou em agosto/2018. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Implantado o Projeto Brasília Cênica, por meio de convênio federal, em 2017. O projeto consiste em fomento aos espaços cênicos independentes do DF, selecionados e habilitados por meio de edital. As ações são atreladas às linhas de diversidade e inclusão social, com atividades de teatro, dança, oficinas de formação e performances, na sua maioria, em parceria com rede pública de ensino. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Implantado, em 2015, o Ferrock Festival, que teve mais duas edições nos anos de 2016 e 2017. O projeto é uma iniciativa cultural, de acesso público e gratuito, em escolas e praças públicas, com ações socioculturais, educacionais e ambientais, promovendo o rock e a cultura popular, por meio da realização de shows de rock, forró, soul, apresentações de teatro e dança e exposições. O festival ocorre na cidade de Ceilândia.

Encontra-se em execução o Termo de Fomento n.º 31/2018 (link aqui), visando à realização do projeto Ferrock Calendário Cultural 2018 em escolas e praças públicas, com apresentações de Grupos de Cultura Popular e Tradicional e Bandas de Rock na Cidade de Ceilândia até 31/12/2018.

Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Instituído o programa Cultura Educa, pela Portaria nº 234, de 16/08/2017 (link aqui), que objetiva contribuir para a ampliação, qualificação e diversificação dos processos formativos voltados ao desenvolvimento de competências técnicas, gerenciais e artísticas e de processos de sensibilização de novos públicos e educação patrimonial. O programa desenvolveu as seguintes atividades:
  • Em 2017: o edital As Duas Asas - Cultura e Educação, com realização de 96 oficinas continuadas e itinerantes, 32 exibições de obras cinematográficas e 78 apresentações artísticas em escolas públicas, pontos de cultura, espaços alternativos e equipamentos culturais da Secretaria de Cultura; o edital do Fundo de Apoio à Cultura - FAC, com ações de arte e cultura em dez escolas públicas, implementação de turma em curso técnico em conservação e restauro no Museu Vivo da Memória Candanga, no âmbito do Mediotec e em parceria com a Secretaria de Educação; e circuito de visitas para cerca de 12 mil alunos da rede pública de ensino, propiciando a crianças e adolescentes participação em concertos didáticos promovidos pela Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, sessões de cinema e debates no Cine Brasília, além de visitas à Casa do Cantador, ao Museu Vivo da Memória Candanga, ao Memorial dos Povos Indígenas, ao Catetinho e ao Museu da República.
  • Em 2018: foram realizadas visitas socioeducativas, com preparação e mediação prévias em sala de aula, para estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública de ensino do Distrito Federal, no âmbito de três eixos de ação: Circuito de Museus, envolvendo visitas orientadas ao Museu Vivo da Memória Candanga, Museu do Catetinho e Memorial dos Povos Indígenas; Escola Vai ao Cinema, que viabilizou o contato e reflexão dos estudantes com obras audiovisuais; e Concertos Didáticos, que propiciou um processo de iniciação musical para jovens por meio de ações junto a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro.
Além das atividades regulares de visitas socioeducativas promovidas pelo Programa Cultura Educa, em 2018 foram apoiadas diretamente as seguintes iniciativas de cultura e educação: Cine Detran, mobilizando aproximadamente 2.160 estudantes do Ensino Médio; Movimento Internacional de Dança, com cerca de 450 estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA); e Festival de Filmes Curta-Metragem das Escolas Públicas de Brasília, com aproximadamente 630 estudantes do Ensino Médio.
Concluído Instituído o programa Cultura Educa, pela Portaria nº 234, de 16/08/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/34cd7501e3624c59a02119c9e29675d1/sc_prt_234_2017.html">link aqui</a>), que objetiva contribuir para a ampliação, qualificação e diversificação dos processos formativos voltados ao desenvolvimento de competências técnicas, gerenciais e artísticas e de processos de sensibilização de novos públicos e educação patrimonial. O programa desenvolveu as seguintes atividades:
<ul>
    <li>Em 2017: o edital As Duas Asas - Cultura e Educação, com realização de 96 oficinas continuadas e itinerantes, 32 exibições de obras cinematográficas e 78 apresentações artísticas em escolas públicas, pontos de cultura, espaços alternativos e equipamentos culturais da Secretaria de Cultura; o edital do Fundo de Apoio à Cultura - FAC, com ações de arte e cultura em dez escolas públicas, implementação de turma em curso técnico em conservação e restauro no Museu Vivo da Memória Candanga, no âmbito do Mediotec e em parceria com a Secretaria de Educação; e circuito de visitas para cerca de 12 mil alunos da rede pública de ensino, propiciando a crianças e adolescentes participação em concertos didáticos promovidos pela Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, sessões de cinema e debates no Cine Brasília, além de visitas à Casa do Cantador, ao Museu Vivo da Memória Candanga, ao Memorial dos Povos Indígenas, ao Catetinho e ao Museu da República.</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram realizadas visitas socioeducativas, com preparação e mediação prévias em sala de aula, para estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública de ensino do Distrito Federal, no âmbito de três eixos de ação: Circuito de Museus, envolvendo visitas orientadas ao Museu Vivo da Memória Candanga, Museu do Catetinho e Memorial dos Povos Indígenas; Escola Vai ao Cinema, que viabilizou o contato e reflexão dos estudantes com obras audiovisuais; e Concertos Didáticos, que propiciou um processo de iniciação musical para jovens por meio de ações junto a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro.</li>
</ul>
Além das atividades regulares de visitas socioeducativas promovidas pelo Programa Cultura Educa, em 2018 foram apoiadas diretamente as seguintes iniciativas de cultura e educação: Cine Detran, mobilizando aproximadamente 2.160 estudantes do Ensino Médio; Movimento Internacional de Dança, com cerca de 450 estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA); e Festival de Filmes Curta-Metragem das Escolas Públicas de Brasília, com aproximadamente 630 estudantes do Ensino Médio.</li> Instituído o programa Cultura Educa, pela Portaria nº 234, de 16/08/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/34cd7501e3624c59a02119c9e29675d1/sc_prt_234_2017.html">link aqui</a>), que objetiva contribuir para a ampliação, qualificação e diversificação dos processos formativos voltados ao desenvolvimento de competências técnicas, gerenciais e artísticas e de processos de sensibilização de novos públicos e educação patrimonial. O programa desenvolveu as seguintes atividades:
<ul>
    <li>Em 2017: o edital As Duas Asas - Cultura e Educação, com realização de 96 oficinas continuadas e itinerantes, 32 exibições de obras cinematográficas e 78 apresentações artísticas em escolas públicas, pontos de cultura, espaços alternativos e equipamentos culturais da Secretaria de Cultura; o edital do Fundo de Apoio à Cultura - FAC, com ações de arte e cultura em dez escolas públicas, implementação de turma em curso técnico em conservação e restauro no Museu Vivo da Memória Candanga, no âmbito do Mediotec e em parceria com a Secretaria de Educação; e circuito de visitas para cerca de 12 mil alunos da rede pública de ensino, propiciando a crianças e adolescentes participação em concertos didáticos promovidos pela Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, sessões de cinema e debates no Cine Brasília, além de visitas à Casa do Cantador, ao Museu Vivo da Memória Candanga, ao Memorial dos Povos Indígenas, ao Catetinho e ao Museu da República.</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: foram realizadas visitas socioeducativas, com preparação e mediação prévias em sala de aula, para estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública de ensino do Distrito Federal, no âmbito de três eixos de ação: Circuito de Museus, envolvendo visitas orientadas ao Museu Vivo da Memória Candanga, Museu do Catetinho e Memorial dos Povos Indígenas; Escola Vai ao Cinema, que viabilizou o contato e reflexão dos estudantes com obras audiovisuais; e Concertos Didáticos, que propiciou um processo de iniciação musical para jovens por meio de ações junto a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro.</li>
</ul>
Além das atividades regulares de visitas socioeducativas promovidas pelo Programa Cultura Educa, em 2018 foram apoiadas diretamente as seguintes iniciativas de cultura e educação: Cine Detran, mobilizando aproximadamente 2.160 estudantes do Ensino Médio; Movimento Internacional de Dança, com cerca de 450 estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA); e Festival de Filmes Curta-Metragem das Escolas Públicas de Brasília, com aproximadamente 630 estudantes do Ensino Médio.</li> SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0