Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
CULTURA
Programa: Reestruturação da Gestão Cultural
 
Prioridade: Incorporação dos projetos tradicionais exitosos da cidade nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (link aqui), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017.

No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas.

O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas.

Concluído Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. Instituída a Política Brasília Junina, por meio do Decreto nº 38.385/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/5d851ff171fb44e9b18594d0ad72615c/Decreto_38385_01_08_2017.html">link aqui</a>), voltada para o fortalecimento, proteção, promoção e fomento dos festejos juninos, suas expressões artísticas e culturais no âmbito do DF. Realizadas duas edições do circuito Brasília Junina, com investimento de R$ 2 milhões entre os anos de 2016 e 2017. 
<p>
No circuito Brasília Junina 2018 foi investido R$ 1,8 milhão. O valor envolveu a contratação de 40 quadrilhas juninas, 15 trios de forró, cinco apresentações de grupos de cultura popular tradicional do DF; realização de seis etapas dos festivais competitivos locais (18ª Edição do Circuito de Quadrilhas Juninas e 4º Festival Gonzagão de Quadrilhas Juninas), mapeamento simplificado e apoio aos festejos juninos tradicionais das Regiões Administrativas. 
<p>
O Circuito Brasília Junina 2018 passou por dez regiões administrativas do Distrito Federal e uma cidade na RIDE. Contratou 88 grupos, sendo 40 quadrilhas, 15 de cultura popular e 33 trios de forró e mapeou 200 festejos tradicionais. Além disso, realizou seis etapas de circuitos competitivos e apoiou 40 festejos. Foram gerados 185 empregos diretos e 400 indiretos. Público geral, informado pela Associação Imaginário, parceira na realização do circuito, foi de 50 mil pessoas. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado, em 2017, e aprimorado por meio da Portaria nº 197, de 09/07/2018, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa, o Programa Território Criativo (link aqui).

O Programa é uma iniciativa da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto Bem Cultural, que oferece acesso gratuito a conteúdos, ferramentas e consultoria para empreendedores e empreendimentos desenvolverem seu potencial criativo e de negócios.
Concluído Incorporado, em 2017, e aprimorado por meio da Portaria nº 197, de 09/07/2018, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa, o Programa Território Criativo <a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/bf75e94088e54f8093bd58f6b40d17dc/Portaria_197_09_07_2018.html">(link aqui)</a>.<br><br>
O Programa é uma iniciativa da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto Bem Cultural, que oferece acesso gratuito a conteúdos, ferramentas e consultoria para empreendedores e empreendimentos desenvolverem seu potencial criativo e de negócios. Incorporado, em 2017, e aprimorado por meio da Portaria nº 197, de 09/07/2018, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa, o Programa Território Criativo <a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/bf75e94088e54f8093bd58f6b40d17dc/Portaria_197_09_07_2018.html">(link aqui)</a>.<br><br>
O Programa é uma iniciativa da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto Bem Cultural, que oferece acesso gratuito a conteúdos, ferramentas e consultoria para empreendedores e empreendimentos desenvolverem seu potencial criativo e de negócios. Incorporado, em 2017, e aprimorado por meio da Portaria nº 197, de 09/07/2018, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa, o Programa Território Criativo <a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/bf75e94088e54f8093bd58f6b40d17dc/Portaria_197_09_07_2018.html">(link aqui)</a>.<br><br>
O Programa é uma iniciativa da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto Bem Cultural, que oferece acesso gratuito a conteúdos, ferramentas e consultoria para empreendedores e empreendimentos desenvolverem seu potencial criativo e de negócios. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa a Política do Carnaval, instituída por meio do Decreto nº 38.019/2017 (link aqui), que regulamenta a Lei 4.738/2011, a qual dispõe sobre o carnaval de Brasília como Política Pública de Estado. Após a instituição da política, o carnaval de rua de Brasília cresceu. Enquanto em 2015 a folia reuniu 370 mil pessoas, em 2017 o público saltou para 1,5 milhão de foliões. Neste ano, 2018, movimentou um público de mais de 1,5 milhão de pessoas, distribuídas em mais de 60 blocos, tradicionais e alternativos, em 19 Regiões Administrativas. Concluído Incorporado, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa a Política do Carnaval, instituída por meio do Decreto nº 38.019/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/c729ae61ce8049528b2539d70a0cdd9f/Decreto_38019_21_02_2017.html">link aqui</a>), que regulamenta a Lei 4.738/2011, a qual dispõe sobre o carnaval de Brasília como Política Pública de Estado. Após a instituição da política, o carnaval de rua de Brasília cresceu. Enquanto em 2015 a folia reuniu 370 mil pessoas, em 2017 o público saltou para 1,5 milhão de foliões. Neste ano, 2018, movimentou um público de mais de 1,5 milhão de pessoas, distribuídas em mais de 60 blocos, tradicionais e alternativos, em 19 Regiões Administrativas. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa o programa Lugar de Cultura, lançado em agosto/2017. O programa fortalece a rede de espaços culturais públicos, com investimentos em infraestrutura, gestão e programação. Foi instituído por meio do Decreto nº 38.445/2017 (link aqui) e conceitua os espaços culturais independentes e públicos como uma grande rede. Concluído Incorporado nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa o programa Lugar de Cultura, lançado em agosto/2017. O programa fortalece a rede de espaços culturais públicos, com investimentos em infraestrutura, gestão e programação. Foi instituído por meio do Decreto nº 38.445/2017 (<a href="http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/aa96cd4f17b542e1aca3b70d999a47fe/Decreto_38445_29_08_2017.html">link aqui</a>) e conceitua os espaços culturais independentes e públicos como uma grande rede. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa a Política Conexão Cultura, implementada, em 2016, por meio da Portaria nº 158, de 20/09/2016 (link aqui) e da Portaria 106, de 20/04/2018 (link aqui). A iniciativa promove fomento continuado de circulação regional e nacional, com participação em feiras e mercados setoriais no Brasil e no exterior; oferta de bolsas de formação e capacitação cultural e artística; residências e intercâmbios artísticos. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa o Projeto Brasília Cênica, em 2017, que consiste em fomento aos espaços cênicos independentes do DF. As ações são atreladas às linhas de diversidade e inclusão social, com atividades de teatro, dança, oficinas de formação e performances, na sua maioria, em parceria com a rede pública de ensino. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
Incorporado, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa, o Circuito de Atividades Circenses. A Secretaria de Cultura lançou edital de chamamento público, em agosto/2017, para compor o circuito, como forma de estimular o setor do circo e ampliar o acesso das comunidades à lúdica expressão cultural. Concluído Incorporado, nas políticas públicas de cultura, com autonomia orçamentária, artística e administrativa, o Circuito de Atividades Circenses. A Secretaria de Cultura lançou edital de chamamento público, em agosto/2017, para compor o circuito, como forma de estimular o setor do circo e ampliar o acesso das comunidades à lúdica expressão cultural. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO DISTRITO FEDERAL

JULIANA CRISTINA OTONI BORGES

ouvidoria@cultura.df.gov.br
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0