Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
SAÚDE
Programa: Ampliação e qualificação da atenção básica à saúde
 
Prioridade: Melhora do acesso aos serviços de saúde, por meio de um sistema de gerenciamento e regulação integrada que envolva o prontuário único, a mesa de regulação (agendamentos, transferências, encaminhamentos) e ações de coordenação entre hospitais, centrais de exames, Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Unidades de Terapia Intensiva (UTI).
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Criado o Complexo Regulador em Saúde do Distrito Federal - CRDF, por meio do Decreto nº 38.488/2017 (link aqui).

O objetivo do CRDF é regular o acesso aos serviços do SUS, o que significa prover, a partir da identificação da necessidade dos usuários, os recursos necessários para a assistência a sua saúde no tempo oportuno.

A Secretaria de Saúde regula atualmente 100% do acesso aos leitos de UTI neonatal, pediátrica e adulta por meio de uma central no complexo regulador. Essa central recebe a solicitação de vaga de UTI, a partir do médico assistente no hospital em que o paciente está sendo atendido, e sua equipe médica classifica o risco e a prioridade desse paciente, por meio de informações sobre suas condições clínicas, exames complementares e diagnóstico médico. A equipe de reguladores, então, procura na rede do SUS por vagas que atendam às necessidades do paciente. Identificada a vaga, o leito é reservado e disponibilizado ao hospital solicitante.

A Secretaria de Saúde também regula parcialmente as seguintes ações e serviços: urgências, exames de alta complexidade (tomografia computadorizada e ressonância magnética), algumas consultas especializadas, além dos procedimentos relacionados a transplantes.

As centrais para regulação de todos os leitos de internação, cirurgias programadas e consultas especializadas estão em processo de estruturação e brevemente estarão implantadas.

A plena implantação do CRDF, em 2018, prevê a regulação do acesso aos serviços especializados, a partir das Unidades Básicas de Saúde - UBS. Significa que, quando o usuário for atendido por uma equipe de saúde da família e o médico identificar a necessidade de encaminhamento do paciente para uma consulta ou exame especializados, deverá fazer a solicitação de encaminhamento na própria UBS, por meio de sistema informatizado. Os setores responsáveis pela regulação farão a análise de prioridade e o agendamento no serviço que dispuser daquele atendimento.

Esse sistema envolve a utilização de um registro único nos serviços de saúde do DF, ou seja, todos os profissionais de saúde têm acesso ao histórico de atendimentos dos cidadãos, facilitando o atendimento atual. A regulação é responsável pela relação entre os serviços, sejam agendamentos de consultas, exames e cirurgias, como também por transferências e encaminhamentos entre hospitais, Samu, UPA e UTI
Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE SAUDE

KATHERINE DOS SANTOS BORGES

ouvidoria@saude.df.gov.br
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0