Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
Programa: PAZ NO TRÂNSITO
 
Prioridade: Plano de adequação de infraestrutura: sinalização inteligente, tapa buracos, lombadas, mais visibilidade e sinalização às faixas de pedestre, qualificação de ciclovias, iluminação pública
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Executadas ações de tapa buracos em todo o Distrito Federal. Essa iniciativa é uma ação de execução continuada que entre 2015 e 2018, já contemplou a aplicação de mais de 20.000 toneladas de massa asfáltica em recuperação de vias pela Novacap.
No mesmo período, foram dedicados esforços por vários órgãos e administrações regionais, em implementar recuperação e pavimentação de vias em diversas localidades.
Concluído Executadas ações de tapa buracos em todo o Distrito Federal. Essa iniciativa é uma ação de execução continuada que entre 2015 e 2018, já contemplou a aplicação de mais de 20.000 toneladas de massa asfáltica em recuperação de vias pela Novacap. <br>
No mesmo período, foram dedicados esforços por vários órgãos e administrações regionais, em implementar recuperação e pavimentação de vias em diversas localidades. Executadas ações de tapa buracos em todo o Distrito Federal. Essa iniciativa é uma ação de execução continuada que entre 2015 e 2018, já contemplou a aplicação de mais de 20.000 toneladas de massa asfáltica em recuperação de vias pela Novacap. <br>
No mesmo período, foram dedicados esforços por vários órgãos e administrações regionais, em implementar recuperação e pavimentação de vias em diversas localidades. COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL

FABIANO ARSENIO SOARES

ouvidoria@novacap.df.gov.br
Implantadas, em 2017, calçadas e ciclovia na Avenida S3, na W3 Sul. Essa iniciativa contemplou a revitalização da Via S3, entre o Setor Comercial e o Instituto Hospital de Base, com a execução de 4,5 mil m² de calçadas, paisagismo e construção de ciclovia. Concluído Implantadas, em 2017, calçadas e ciclovia na Avenida S3, na W3 Sul. Essa iniciativa contemplou a revitalização da Via S3, entre o Setor Comercial e o Instituto Hospital de Base, com a execução de 4,5 mil m² de calçadas, paisagismo e construção de ciclovia. Implantadas, em 2017, calçadas e ciclovia na Avenida S3, na W3 Sul. Essa iniciativa contemplou a revitalização da Via S3, entre o Setor Comercial e o Instituto Hospital de Base, com a execução de 4,5 mil m² de calçadas, paisagismo e construção de ciclovia. COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL

FABIANO ARSENIO SOARES

ouvidoria@novacap.df.gov.br
Construída a via de ligação Parque da Cidade nas quadras 912/913, em 2015. Essa ação contemplou a urbanização de aproximadamente 7.000 m², com a execução de capa asfáltica, meios-fios, construção de passagem sobre a galeria de águas pluviais, semáforo e rotatória no parque. Concluído Construída a via de ligação Parque da Cidade nas quadras 912/913, em 2015. Essa ação contemplou a urbanização de aproximadamente 7.000 m², com a execução de capa asfáltica, meios-fios, construção de passagem sobre a galeria de águas pluviais, semáforo e rotatória no parque. COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL

FABIANO ARSENIO SOARES

ouvidoria@novacap.df.gov.br
Implantados, entre 2015 e 2018, mais de 18.000 novos pontos de iluminação pública no Distrito Federal. A ampliação do sistema de iluminação pública no Distrito Federal contribuiu, de maneira significativa, para melhorar os indicadores de segurança pública, bem como a qualidade de vida da população de Brasília. Merecem destaque, as obras realizadas no Pistão sul/norte, Praça do Relógio e Av. Hélio Prates em Taguatinga, eixos rodoviários Sul e Norte, ciclovia da Praça do Buriti, bem como as obras realizadas em Ceilândia, São Sebastião, Recanto das Emas, Samambaia, Sobradinho II, Núcleo Bandeirante e Paranoá. Concluído Implantados, entre 2015 e 2018, mais de 18.000 novos pontos de iluminação pública no Distrito Federal. 
A ampliação do sistema de iluminação pública no Distrito Federal contribuiu, de maneira significativa, para melhorar os indicadores de segurança pública, bem como a qualidade de vida da população de Brasília. 
Merecem destaque, as obras realizadas no Pistão sul/norte, Praça do Relógio e Av. Hélio Prates em Taguatinga, eixos rodoviários Sul e Norte, ciclovia da Praça do Buriti, bem como as obras realizadas em Ceilândia, São Sebastião, Recanto das Emas, Samambaia, Sobradinho II, Núcleo Bandeirante e Paranoá. Implantados, entre 2015 e 2018, mais de 18.000 novos pontos de iluminação pública no Distrito Federal. 
A ampliação do sistema de iluminação pública no Distrito Federal contribuiu, de maneira significativa, para melhorar os indicadores de segurança pública, bem como a qualidade de vida da população de Brasília. 
Merecem destaque, as obras realizadas no Pistão sul/norte, Praça do Relógio e Av. Hélio Prates em Taguatinga, eixos rodoviários Sul e Norte, ciclovia da Praça do Buriti, bem como as obras realizadas em Ceilândia, São Sebastião, Recanto das Emas, Samambaia, Sobradinho II, Núcleo Bandeirante e Paranoá. Implantados, entre 2015 e 2018, mais de 18.000 novos pontos de iluminação pública no Distrito Federal. 
A ampliação do sistema de iluminação pública no Distrito Federal contribuiu, de maneira significativa, para melhorar os indicadores de segurança pública, bem como a qualidade de vida da população de Brasília. 
Merecem destaque, as obras realizadas no Pistão sul/norte, Praça do Relógio e Av. Hélio Prates em Taguatinga, eixos rodoviários Sul e Norte, ciclovia da Praça do Buriti, bem como as obras realizadas em Ceilândia, São Sebastião, Recanto das Emas, Samambaia, Sobradinho II, Núcleo Bandeirante e Paranoá. COMPANHIA ENERGÉTICA DE BRASÍLIA - CEB

LECI COIMBRA

ouvidoria@ceb.com.br
Instalados focos leds em 3.160 semáforos localizados nas vias urbanas do DF (lâmpadas vermelhas), que corresponde a 100% das lâmpadas de todos os cruzamentos do DF, resultando em maior visibilidade, aliada a uma economia média de 92% nos custos com a energia elétrica consumida pelos equipamentos semafóricos. Com a medida, houve uma economia anual de quase R$ 4 milhões aos cofres públicos. Concluído Instalados focos leds em 3.160 semáforos localizados nas vias urbanas do DF (lâmpadas vermelhas), que corresponde a 100% das lâmpadas de todos os cruzamentos do DF, resultando em maior visibilidade, aliada a uma economia média de 92% nos custos com a energia elétrica consumida pelos equipamentos semafóricos. Com a medida, houve uma economia anual de quase R$ 4 milhões aos cofres públicos. Instalados focos leds em 3.160 semáforos localizados nas vias urbanas do DF (lâmpadas vermelhas), que corresponde a 100% das lâmpadas de todos os cruzamentos do DF, resultando em maior visibilidade, aliada a uma economia média de 92% nos custos com a energia elétrica consumida pelos equipamentos semafóricos. Com a medida, houve uma economia anual de quase R$ 4 milhões aos cofres públicos. Instalados focos leds em 3.160 semáforos localizados nas vias urbanas do DF (lâmpadas vermelhas), que corresponde a 100% das lâmpadas de todos os cruzamentos do DF, resultando em maior visibilidade, aliada a uma economia média de 92% nos custos com a energia elétrica consumida pelos equipamentos semafóricos. Com a medida, houve uma economia anual de quase R$ 4 milhões aos cofres públicos. DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO DISTRITO FEDERAL

ZORAIA CARLA CARDOZO DA SILVA

ouvidoria@detran.df.gov.br;
Implantados 33 bolsões de motos nas vias S1 e N1, em Brasília. Os bolsões são espaços exclusivos nos cruzamentos e semáforos para motociclistas e visam reduzir os acidentes e aumentar a fluidez no trânsito, evitando o conflito entre automóveis e motocicletas. As vias S1 e N1 foram escolhidas para a implantação da iniciativa em função dos índices de acidentes envolvendo motocicletas, principalmente nos horários de pico. Concluído Implantados 33 bolsões de motos nas vias S1 e N1, em Brasília. Os bolsões são espaços exclusivos nos cruzamentos e semáforos para motociclistas e visam reduzir os acidentes e aumentar a fluidez no trânsito, evitando o conflito entre automóveis e motocicletas. As vias S1 e N1 foram escolhidas para a implantação da iniciativa em função dos índices de acidentes envolvendo motocicletas, principalmente nos horários de pico. Implantados 33 bolsões de motos nas vias S1 e N1, em Brasília. Os bolsões são espaços exclusivos nos cruzamentos e semáforos para motociclistas e visam reduzir os acidentes e aumentar a fluidez no trânsito, evitando o conflito entre automóveis e motocicletas. As vias S1 e N1 foram escolhidas para a implantação da iniciativa em função dos índices de acidentes envolvendo motocicletas, principalmente nos horários de pico. Implantados 33 bolsões de motos nas vias S1 e N1, em Brasília. Os bolsões são espaços exclusivos nos cruzamentos e semáforos para motociclistas e visam reduzir os acidentes e aumentar a fluidez no trânsito, evitando o conflito entre automóveis e motocicletas. As vias S1 e N1 foram escolhidas para a implantação da iniciativa em função dos índices de acidentes envolvendo motocicletas, principalmente nos horários de pico. DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO DISTRITO FEDERAL

ZORAIA CARLA CARDOZO DA SILVA

ouvidoria@detran.df.gov.br;
Implantados 543.343,38 m² de sinalização horizontal nas vias do Distrito Federal durante o triênio 2015-2017, sendo:
  • Em 2015, 57.358,04 m²
  • Em 2016, 267.120,02 m²
  • Em 2017, 218.865,32 m²
Foram feitas ainda 3.800 faixas de pedestres, juntamente com as demais sinalizações (eixo de via, zebrados, retenções, etc.) e 33.805 unidades de tacha e tachão.
Concluído DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO DISTRITO FEDERAL

ZORAIA CARLA CARDOZO DA SILVA

ouvidoria@detran.df.gov.br;
Instaladas, ao todo, 14.066 placas entre novas e recicladas (sinalização vertical):
  • Em 2015, 4.100 unidades
  • Em 2016, 5.670 unidades
  • Em 2017, 4.296 unidades
Concluído DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO DISTRITO FEDERAL

ZORAIA CARLA CARDOZO DA SILVA

ouvidoria@detran.df.gov.br;
Realizadas diversas intervenções no trânsito da cidade de Águas Claras, visando proporcionar maior segurança aos motoristas e pedestres que transitam na região, reduzindo o número de acidentes nos locais, bem como contribuir para melhor fluidez no trânsito. As principais intervenções foram:
  • Implantação do sentido duplo no viaduto que liga a Boulevard Norte à Boulevard Sul, na altura da Rua Manacá
  • Implantação do cruzamento semafórico na Av. Jequitibá com a Rua Copaíba
  • Ampliação da rotatória da Avenida das Araucárias, com o apoio do Departamento de Estradas de Rodagem - DER e da Novacap
  • Sinalização do cruzamento entre as ruas 36 Norte e a Av. Flamboyant
Concluído DEPARTAMENTO DE TRANSITO DO DISTRITO FEDERAL

ZORAIA CARLA CARDOZO DA SILVA

ouvidoria@detran.df.gov.br;
Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
  • Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019
  • Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019

  • Foram concluídas as seguintes ciclovias:

  • Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015
  • Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017
  • Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016
  • Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018
  • Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017
  • Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017
Em andamento Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> Em execução, pelo DER, as seguintes ciclovias:
<ul>
    <li>Implantação de 24 km de ciclovia da rodovia DF-085 (EPTG), ligando a DF-003 (EPIA) à DF-001 no Pistão Sul - Guará e Taguatinga: em andamento, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
    <li>Implantação de 3,0 km de ciclovia da DF-087 (EPVL), ligando a DF-085 (EPTG) à DF-095 (EPCL) - Vicente Pires: obra paralisada, com previsão de conclusão no 1º semestre/2019</li>
  <br>
Foram concluídas as seguintes ciclovias:<br><br>
<li>Implantados 1.500 m de ciclovia de acesso a Vila Basevi: inaugurada em junho/2015</li>
<li>Implantados 8,9 km de ciclovia da rodovia DF-290, ligando a rodovia BR-040 ao acesso ao Gama - Gama: inaugurada em dezembro/2017</li>
 <li>Implantados 4,2 km de ciclofaixa da rodovia DF-035, ligando a DF-025 (EPDB) à DF-001 (EPCT) - Lago Sul: inaugurada em março/2016</li>
<li>Implantados 16,2 km ciclofaixa da rodovia DF-009 (EPPN) - Lago Norte: inaugurada em fevereiro/2018</li>
<li>Implantada a ciclotrilha no Parque Nacional: inaugurada em dezembro/2017</li>
<li>Implantados 3,9 km de ciclovia da rodovia vicinal VC-533, ligando a rodovia BR-080 à Comunidade de Padre Lúcio - Brazlândia: inaugurada em novembro/2017</li> DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO DF

JOSÉ FLORENTINO CAIXETA

ouvidoria@der.df.gov.br
Lançado o programa Ilumina Mais Brasília, em fevereiro/2018. O programa tem como objetivo revitalizar e modernizar o sistema de iluminação pública do Distrito Federal, promovendo a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED. Até, novembro/2018, já foram instaladas mais de 11.700 luminárias de LED, garantindo mais segurança para motoristas e pedestres nas principais vias da cidade, além de proporcionar uma economia significativa no consumo de energia em todo Distrito Federal. Em andamento Lançado o programa Ilumina Mais Brasília, em fevereiro/2018. O programa tem como objetivo revitalizar e modernizar o sistema de iluminação pública do Distrito Federal, promovendo a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED. Até, novembro/2018, já foram instaladas mais de 11.700 luminárias de LED, garantindo mais segurança para motoristas e pedestres nas principais vias da cidade, além de proporcionar uma economia significativa no consumo de energia em todo Distrito Federal. Lançado o programa Ilumina Mais Brasília, em fevereiro/2018. O programa tem como objetivo revitalizar e modernizar o sistema de iluminação pública do Distrito Federal, promovendo a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED. Até, novembro/2018, já foram instaladas mais de 11.700 luminárias de LED, garantindo mais segurança para motoristas e pedestres nas principais vias da cidade, além de proporcionar uma economia significativa no consumo de energia em todo Distrito Federal. Lançado o programa Ilumina Mais Brasília, em fevereiro/2018. O programa tem como objetivo revitalizar e modernizar o sistema de iluminação pública do Distrito Federal, promovendo a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED. Até, novembro/2018, já foram instaladas mais de 11.700 luminárias de LED, garantindo mais segurança para motoristas e pedestres nas principais vias da cidade, além de proporcionar uma economia significativa no consumo de energia em todo Distrito Federal. Lançado o programa Ilumina Mais Brasília, em fevereiro/2018. O programa tem como objetivo revitalizar e modernizar o sistema de iluminação pública do Distrito Federal, promovendo a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED. Até, novembro/2018, já foram instaladas mais de 11.700 luminárias de LED, garantindo mais segurança para motoristas e pedestres nas principais vias da cidade, além de proporcionar uma economia significativa no consumo de energia em todo Distrito Federal. Lançado o programa Ilumina Mais Brasília, em fevereiro/2018. O programa tem como objetivo revitalizar e modernizar o sistema de iluminação pública do Distrito Federal, promovendo a substituição de lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED. Até, novembro/2018, já foram instaladas mais de 11.700 luminárias de LED, garantindo mais segurança para motoristas e pedestres nas principais vias da cidade, além de proporcionar uma economia significativa no consumo de energia em todo Distrito Federal. SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E SERVICOS PUBLICOS

KARLA CARDOSO BATISTA

ouvidoria.sinesp@sinesp.df.gov.br
Construção de calçadas na Asa Sul, nas quadras 107, 108, 307, 308 e 109, em fase de finalização. Essa ação contemplou a implantação de passeios da SQS 107, 108 e 109. Estão em execução os passeios da SQS 307, a conclusão das obras está prevista para o 2º semestre/2018. Em andamento Construção de calçadas na Asa Sul, nas quadras 107, 108, 307, 308 e 109, em fase de finalização. Essa ação contemplou a implantação de passeios da SQS 107, 108 e 109. Estão em execução os passeios da SQS 307, a conclusão das obras está prevista para o 2º semestre/2018. SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E SERVICOS PUBLICOS

KARLA CARDOSO BATISTA

ouvidoria.sinesp@sinesp.df.gov.br
O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.

Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas.

Concluído O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. O Programa Cidades Limpas teve suas atividades iniciadas em 2016. A meta de 20 operações para o ano de 2018 já foi alcançada. Ao todo foram 48 operações.
<p>
Além do Programa Cidades Limpas, a partir de julho de 2018, foi realizado o subprograma "Bota Fora Entulhos", visando a atender às demandas pontuais. Neste subprograma é feita a remoção, mecanizada ou manual, de galhos, pneus, móveis e inservíveis. Ao todo foram retiradas 6.482 toneladas de entulhos em 14 regiões administrativas, conforme demandas. SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES

AGOSTINHO AQUINO ELEOTÉRIO

ouvidoria.secid@cidades.df.gov.br; ouvidoria@cidades.df.gov.br
Desenvolvidos os seguintes projetos de infraestrutura de mobilidade ativa e sistema viário:
  • Projeto de adequação de sistema viário, implantação de sistema cicloviário e acessibilidade na Área de Desenvolvimento Econômico - ADE Setor de Indústrias e Área de Desenvolvimento Econômico - ADE Setor de Depósitos de Materiais de Construção em Ceilândia - Decreto nº 38.274/2017 (link aqui)
  • Projeto executivo de rota acessível da Estação 112 Sul do Metrô à W3 e via L2 - Portaria nº 100, de 27/07/2017 (link aqui) - Recursos Convênio nº 7 BID
  • Projeto de sistema viário das quadras 1 a 6 do Setor Hoteleiro Sul - Portaria nº 164, de 18/12/2017 (link aqui). Projeto orçado, com recursos aprovados pelo Fundurb (R$ 700 mil), na Novacap para licitação
  • Projeto de rota acessível ao Centro de Ensino Especial - CEE 01 Samambaia (QS 303, conjunto 04, lote 01); Gama (EQ 55/56 - AE 02); Brazlândia - Portaria nº 62, de 02/05/2017 (link aqui), Sobradinho e Taguatinga
  • Projeto mobilidade ativa em Ceilândia - rotas de acessibilidade e malha cicloviária do Sesc em direção à Estação Central de Ceilândia (QNN 17/ 19) - Portaria nº 84, de 27/07/2017 (link aqui)
  • Projeto de calçadas e regularização de estacionamentos, em fase de aprovação - Sudoeste Econômico
Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE GESTAO DO TERRITORIO E HABITACAO

MAURO RIBEIRO BARBOSA JÚNIOR

ouvidoria@segeth.df.gov.br
Instituído o Programa Brasília Vida Segura, por meio do Decreto nº 39.463/2018, com o objetivo de reduzir o número de óbitos e feridos decorrentes de acidentes de trânsito. O Programa fará isso por meio da qualificação, planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação das ações em complemento ao Programa Paz no Trânsito. Em andamento Instituído o Programa Brasília Vida Segura, por meio do Decreto nº 39.463/2018, com o objetivo de reduzir o número de óbitos e feridos decorrentes de acidentes de trânsito. O Programa fará isso por meio da qualificação, planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação das ações em complemento ao Programa Paz no Trânsito. SECRETARIA DE ESTADO DE MOBILIDADE

RONES MEIRELES LOBÃO PEREIRA

ouvidoria@semob.df.gov.br
Implantação de rota de fuga do Setor de Inflamáveis, com previsão de conclusão para o 2º semestre/2019. Essa ação contempla a execução de obras de drenagem e pavimentação para o trecho denominado rota de fuga, no Setor de Indústria e Abastecimento - SIA. Trata-se de uma obra de extrema importância, considerando que atualmente o Setor de Inflamáveis não possui rotas de saída emergenciais que garantam a segurança da população, caso ocorram acidentes. Em andamento SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E SERVICOS PUBLICOS

KARLA CARDOSO BATISTA

ouvidoria.sinesp@sinesp.df.gov.br
 

 
 
 
SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
GOVERNO DE BRASÍLIA

Todos os direitos Reservados ©
Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
CEP 70075-900.
     
 
POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
VERSÃO 1.0