Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
Programa: PACTO PELA VIDA - BRASÍLIA
 
Prioridade: Priorização do plano de combate às drogas, com ações de quebra da violência oriunda do tráfico.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Implantado o circuito de palestras, ministradas pela Academia de Polícia Civil - APC, sobre os efeitos e consequências do uso de drogas. Em 2017, alcançaram um público de aproximadamente 7.300 pessoas, entre estudantes e demais cidadãos, por meio de 23 apresentações realizadas pelo Museu de Drogas Itinerante, instalado em um ônibus, que percorre prioritariamente as cidades satélites, e de 18 palestras ministradas pelo Museu de Drogas, instalado nas dependências da APC, reformado e reinaugurado em 2017. Concluído Implantado o circuito de palestras, ministradas pela Academia de Polícia Civil - APC, sobre os efeitos e consequências do uso de drogas. Em 2017, alcançaram um público de aproximadamente 7.300 pessoas, entre estudantes e demais cidadãos, por meio de 23 apresentações realizadas pelo Museu de Drogas Itinerante, instalado em um ônibus, que percorre prioritariamente as cidades satélites, e de 18 palestras ministradas pelo Museu de Drogas, instalado nas dependências da APC, reformado e reinaugurado em 2017. Implantado o circuito de palestras, ministradas pela Academia de Polícia Civil - APC, sobre os efeitos e consequências do uso de drogas. Em 2017, alcançaram um público de aproximadamente 7.300 pessoas, entre estudantes e demais cidadãos, por meio de 23 apresentações realizadas pelo Museu de Drogas Itinerante, instalado em um ônibus, que percorre prioritariamente as cidades satélites, e de 18 palestras ministradas pelo Museu de Drogas, instalado nas dependências da APC, reformado e reinaugurado em 2017. Implantado o circuito de palestras, ministradas pela Academia de Polícia Civil - APC, sobre os efeitos e consequências do uso de drogas. Em 2017, alcançaram um público de aproximadamente 7.300 pessoas, entre estudantes e demais cidadãos, por meio de 23 apresentações realizadas pelo Museu de Drogas Itinerante, instalado em um ônibus, que percorre prioritariamente as cidades satélites, e de 18 palestras ministradas pelo Museu de Drogas, instalado nas dependências da APC, reformado e reinaugurado em 2017. POLICIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL

Lúcia Antônia M. Bandeira

ouvidoria@pcdf.df.gov.br
Intensificadas as ações de combate ao tráfico de drogas, por meio das Seções de Repreensão às Drogas - SRD das Delegacias Circunscricionais e da Coordenação de Repressão às Drogas - CORD, priorizando as cidades satélites e arredores das escolas, em razão do aumento do número de registros envolvendo crianças e adolescentes. No período de 2015 a 2017, entre presos, indiciados e com mandado de prisão, perfizeram o montante de 351 pessoas. Concluído POLICIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL

Lúcia Antônia M. Bandeira

ouvidoria@pcdf.df.gov.br
Implementado o Programa de Cumprimento Sistemático de Mandados de Prisão, por meio do Departamento de Atividades Especiais - Depate/PCDF, que tem por objetivo otimizar os procedimentos relativos ao cumprimento dos mandados de prisão, dentro do menor tempo de resposta possível, retirando do convívio social indivíduos condenados à prisão. De 2015 à 2017, foram presas 1.839 pessoas pelo Depate em virtude de cumprimento de mandados de prisão. Concluído POLICIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL

Lúcia Antônia M. Bandeira

ouvidoria@pcdf.df.gov.br
Mantido o projeto prevenção às violências Picasso Não Pichava, que visa, por meio de atividades culturais/artísticas, ofertar oficinas que estimulem potencialidades aos jovens moradores de áreas com elevado índice de Vulnerabilidade Social e Criminal. Entre 2015 e 2017 houve 676 oficinas e 3.535 pessoas tiveram acesso a oficinas dos projetos entre eventos e encontros regulares. Concluído Mantido o projeto prevenção às violências Picasso Não Pichava, que visa, por meio de atividades culturais/artísticas, ofertar oficinas que estimulem potencialidades aos jovens moradores de áreas com elevado índice de Vulnerabilidade Social e Criminal. Entre 2015 e 2017 houve 676 oficinas e 3.535 pessoas tiveram acesso a oficinas dos projetos entre eventos e encontros regulares. Mantido o projeto prevenção às violências Picasso Não Pichava, que visa, por meio de atividades culturais/artísticas, ofertar oficinas que estimulem potencialidades aos jovens moradores de áreas com elevado índice de Vulnerabilidade Social e Criminal. Entre 2015 e 2017 houve 676 oficinas e 3.535 pessoas tiveram acesso a oficinas dos projetos entre eventos e encontros regulares. SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANCA PUBLICA E DA PAZ SOCIAL

GILVAN SOARES MASCARENHAS

ouvidoria@ssp.df.gov.br
Mantido o projeto prevenção à violência Esporte à Meia Noite, executado em parceria pelas Secretarias de Segurança Pública; de Educação; de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude; de Esporte, Turismo e Lazer. A partir de agosto/2016, passaram a ser atendidos jovens que cumprem medidas socioeducativas nas Unidades de Meio Aberto - UAMA e Unidades de Atendimento em Semiliberdade - UAS, com atividades semanais, no período vespertino. Entre 2015 e 2017 houve 31.536 atendimentos. Concluído SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANCA PUBLICA E DA PAZ SOCIAL

GILVAN SOARES MASCARENHAS

ouvidoria@ssp.df.gov.br
Mantido o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência - Proerd. Participam do programa policiais com formação em psicologia, assistência social e outras áreas de ciências comportamentais.

O Proerd tem foco na prevenção e na conscientização dos alunos, alertando-os sobre os malefícios das drogas lícitas e ilícitas e sobre a conduta associada à violência.

Em 2017, o programa alcançou 119 escolas, entre públicas e particulares, totalizando 15.172 alunos. No triênio 2015-2017 foram beneficiadas 58.057 crianças de diversas escolas do Distrito Federal.

Mais informações (link aqui).
Concluído POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL

MAJ QOPM MARCELO MACIEL DA SILVA

ouvidoriapmdf@gmail.com
Intensificadas diversas ações de policiamento ostensivo e velado pela PMDF, resultando na elevação do número de drogas, de todos os tipos, apreendidas, perfazendo o montante de 3,3 toneladas em 2017. Concluído POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL

MAJ QOPM MARCELO MACIEL DA SILVA

ouvidoriapmdf@gmail.com
Apresentada a peça teatral Aprendendo a Dizer Não, que teve por objetivo informar, por meio de teatro de fantoches, sobre os malefícios das drogas lícitas e ilícitas, e incentivar a prática de hábitos saudáveis que a criança pode adotar, aumentando os fatores de proteção contra o uso de álcool e outras drogas.

Após o teatro, se apresentava palestra com utilização de cartazes ou slides, musicalidade e brincadeiras. Essa ação foi realizada, gratuitamente, em instituições educacionais públicas ou privadas, feiras, e outros locais públicos, para crianças com idade entre cinco e dez anos.

Em 2015, a peça teatral foi apresentada em 13 instituições de ensino, alcançando 3.950 crianças.
Concluído Apresentada a peça teatral Aprendendo a Dizer Não, que teve por objetivo informar, por meio de teatro de fantoches, sobre os malefícios das drogas lícitas e ilícitas, e incentivar a prática de hábitos saudáveis que a criança pode adotar, aumentando os fatores de proteção contra o uso de álcool e outras drogas.<br><br> Após o teatro, se apresentava palestra com utilização de cartazes ou slides, musicalidade e brincadeiras. Essa ação foi realizada, gratuitamente, em instituições educacionais públicas ou privadas, feiras, e outros locais públicos, para crianças com  idade entre cinco e dez anos. </p>Em 2015, a peça teatral foi apresentada em 13 instituições de ensino, alcançando 3.950 crianças. Apresentada a peça teatral Aprendendo a Dizer Não, que teve por objetivo informar, por meio de teatro de fantoches, sobre os malefícios das drogas lícitas e ilícitas, e incentivar a prática de hábitos saudáveis que a criança pode adotar, aumentando os fatores de proteção contra o uso de álcool e outras drogas.<br><br> Após o teatro, se apresentava palestra com utilização de cartazes ou slides, musicalidade e brincadeiras. Essa ação foi realizada, gratuitamente, em instituições educacionais públicas ou privadas, feiras, e outros locais públicos, para crianças com  idade entre cinco e dez anos. </p>Em 2015, a peça teatral foi apresentada em 13 instituições de ensino, alcançando 3.950 crianças. SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTICA E CIDADANIA

ISRAEL CARRARA DE PINNA

ouvidoria@sejus.df.gov.br
Disponibilizados, em 2017, 316 leitos em instituições que prestam serviço de atenção às pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso e dependência de substâncias psicoativas (álcool, crack e outras drogas). Estima-se que entre 2015 e 2017 foram atendidos mais de 3 mil adictos.

No 1º semestre/2018 foram disponibilizados 281 leitos em 11 comunidades terapêuticas. A estimativa de atendimento foi de 400 adictos.

Concluído Disponibilizados, em 2017, 316 leitos em instituições que prestam serviço de atenção às pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso e dependência de substâncias psicoativas (álcool, crack e outras drogas). Estima-se que entre 2015 e 2017 foram atendidos mais de 3 mil adictos.<p>
No 1º semestre/2018 foram disponibilizados 281 leitos em 11 comunidades terapêuticas. A estimativa de atendimento foi de 400 adictos. Disponibilizados, em 2017, 316 leitos em instituições que prestam serviço de atenção às pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso e dependência de substâncias psicoativas (álcool, crack e outras drogas). Estima-se que entre 2015 e 2017 foram atendidos mais de 3 mil adictos.<p>
No 1º semestre/2018 foram disponibilizados 281 leitos em 11 comunidades terapêuticas. A estimativa de atendimento foi de 400 adictos. Disponibilizados, em 2017, 316 leitos em instituições que prestam serviço de atenção às pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso e dependência de substâncias psicoativas (álcool, crack e outras drogas). Estima-se que entre 2015 e 2017 foram atendidos mais de 3 mil adictos.<p>
No 1º semestre/2018 foram disponibilizados 281 leitos em 11 comunidades terapêuticas. A estimativa de atendimento foi de 400 adictos. SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTICA E CIDADANIA

ISRAEL CARRARA DE PINNA

ouvidoria@sejus.df.gov.br
Realizados cursos, desde setembro/2017, sobre prevenção ao uso de drogas, para professores, pais e alunos nas escolas públicas Distrito Federal. Os primeiros cursos foram ofertados na Escola Classe 407 Norte, seguida de atividades de prevenção para as crianças de 2º ao 5º ano do ensino fundamental I. O curso também foi ofertado a professores na Escola Classe 08 de Ceilândia e no CAIC do Gama.

Em 2018 estão ocorrendo palestras sobre o mesmo tema, para os jovens aprendizes de 14 a 23 anos, em escolas ainda não atendidas. As palestras já foram ministradas nos:

  • Centro Educacional 02 de Taguatinga (Centrão): 11/05/2018, com 300 participantes
  • Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga: 28/06/2018, com 500 participantes
  • Escola Zilda Arns no Itapoã: 01/09/2018, com 150 participantes
  • Também foi realizado o I Fórum Distrital de Enfrentamento às Drogas, em 26/06/2018, no Estádio Nacional Mané Garrincha, com 1.000 participantes.

    Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTICA E CIDADANIA

    ISRAEL CARRARA DE PINNA

    ouvidoria@sejus.df.gov.br
    Realizado o projeto Pró-vítima nas escolas, para tratar sobre o tráfico de pessoas e a prevenção ao uso de drogas, por meio de cursos ministrados para o corpo técnico e de palestras para pais e alunos:
    • No dia 04/10/2017, a atividade aconteceu no CAIC Carlos Castelo Branco, no Setor Oeste do Gama, com um público de 270 pessoas.
    • No dia 05/10/2017, o Pró-vítima desenvolveu atividade na Escola Classe 08, em Ceilândia.
    • Nos dias 09 e 10/10/2017, as atividades foram focadas no trabalho com a autoestima das crianças, por meio da história Pescador de pensamentos, na Escola Jardim de Infância Lúcio Costa, no Guará, com um público de cerca de 500 pessoas.
    Concluído Realizado o projeto Pró-vítima nas escolas, para tratar sobre o tráfico de pessoas e a prevenção ao uso de drogas, por meio de cursos ministrados para o corpo técnico e de palestras para pais e alunos: <ul>
    <li>No dia 04/10/2017, a atividade aconteceu no CAIC Carlos Castelo Branco, no Setor Oeste do Gama, com um público de 270 pessoas.</li>
</ul><ul>
    <li>No dia 05/10/2017, o Pró-vítima desenvolveu atividade na Escola Classe 08, em Ceilândia.</li>
</ul><ul>
    <li>Nos dias 09 e 10/10/2017, as atividades foram focadas no trabalho com a autoestima das crianças, por meio da história Pescador de pensamentos, na Escola Jardim de Infância Lúcio Costa, no Guará, com um público de cerca de 500 pessoas.</li>
</ul> Realizado o projeto Pró-vítima nas escolas, para tratar sobre o tráfico de pessoas e a prevenção ao uso de drogas, por meio de cursos ministrados para o corpo técnico e de palestras para pais e alunos: <ul>
    <li>No dia 04/10/2017, a atividade aconteceu no CAIC Carlos Castelo Branco, no Setor Oeste do Gama, com um público de 270 pessoas.</li>
</ul><ul>
    <li>No dia 05/10/2017, o Pró-vítima desenvolveu atividade na Escola Classe 08, em Ceilândia.</li>
</ul><ul>
    <li>Nos dias 09 e 10/10/2017, as atividades foram focadas no trabalho com a autoestima das crianças, por meio da história Pescador de pensamentos, na Escola Jardim de Infância Lúcio Costa, no Guará, com um público de cerca de 500 pessoas.</li>
</ul> Realizado o projeto Pró-vítima nas escolas, para tratar sobre o tráfico de pessoas e a prevenção ao uso de drogas, por meio de cursos ministrados para o corpo técnico e de palestras para pais e alunos: <ul>
    <li>No dia 04/10/2017, a atividade aconteceu no CAIC Carlos Castelo Branco, no Setor Oeste do Gama, com um público de 270 pessoas.</li>
</ul><ul>
    <li>No dia 05/10/2017, o Pró-vítima desenvolveu atividade na Escola Classe 08, em Ceilândia.</li>
</ul><ul>
    <li>Nos dias 09 e 10/10/2017, as atividades foram focadas no trabalho com a autoestima das crianças, por meio da história Pescador de pensamentos, na Escola Jardim de Infância Lúcio Costa, no Guará, com um público de cerca de 500 pessoas.</li>
</ul> SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTICA E CIDADANIA

    ISRAEL CARRARA DE PINNA

    ouvidoria@sejus.df.gov.br
    Realizadas corridas temáticas:

    7 mil participantes em 2015, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:
  • 1ª Etapa - 5Km e 10Km - Aniversário de Brasília, em 21/abril
  • 2ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 31/maio
  • 3ª Etapa - São Sebastião, em 16/agosto
  • 4ª Etapa - Santa Maria, em 07/setembro
  • 5ª Etapa - Virada do Cerrado, em 13/setembro
  • 6ª Etapa - Corrida da Criança, em 11/outubro

  • 4,5 mil participantes em 2016, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:
  • 2ª Etapa - Corrida da Paz, em 19/março
  • 3ª Etapa - Corrida do Gari, em 11/maio
  • 4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 29/maio
  • 5ª Etapa - Corrida pela Cidadania, em 29/maio
  • 1ª Etapa - Circuito de ciclismo, em 06/novembro

  • 11 mil participantes em 2017, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:
  • 2ª Etapa - Corrida do Trabalhador, em 1º/maio
  • 3ª Etapa - O Gari mais Veloz, em 11/maio
  • 4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 21/maio
  • 5ª Etapa - Maio Amarelo, promovida pelo DER, em 28/maio
  • 6ª Etapa - Virada do Cerrado, em 03/setembro
  • Concluído Realizadas corridas temáticas:<br>
<br>7 mil participantes em 2015, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>1ª Etapa - 5Km e 10Km - Aniversário de Brasília, em 21/abril</li>
    <li>2ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 31/maio</li> 
    <li>3ª Etapa - São Sebastião, em 16/agosto</li>
    <li>4ª Etapa - Santa Maria, em 07/setembro</li>
    <li>5ª Etapa - Virada do Cerrado, em 13/setembro</li>
    <li>6ª Etapa - Corrida da Criança, em 11/outubro</li>
<br>4,5 mil participantes em 2016, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>2ª Etapa - Corrida da Paz, em 19/março</li>
    <li>3ª Etapa - Corrida do Gari, em 11/maio</li> 
    <li>4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 29/maio</li>
    <li>5ª Etapa - Corrida pela  Cidadania, em 29/maio</li>
    <li>1ª Etapa - Circuito de ciclismo, em 06/novembro</li>
<br>11 mil participantes em 2017, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>2ª Etapa - Corrida do Trabalhador, em 1º/maio</li>
    <li>3ª Etapa - O Gari mais Veloz, em 11/maio</li>
    <li>4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 21/maio</li>
    <li>5ª Etapa - Maio Amarelo, promovida pelo DER, em 28/maio</li>
    <li>6ª Etapa - Virada do Cerrado, em 03/setembro</li> Realizadas corridas temáticas:<br>
<br>7 mil participantes em 2015, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>1ª Etapa - 5Km e 10Km - Aniversário de Brasília, em 21/abril</li>
    <li>2ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 31/maio</li> 
    <li>3ª Etapa - São Sebastião, em 16/agosto</li>
    <li>4ª Etapa - Santa Maria, em 07/setembro</li>
    <li>5ª Etapa - Virada do Cerrado, em 13/setembro</li>
    <li>6ª Etapa - Corrida da Criança, em 11/outubro</li>
<br>4,5 mil participantes em 2016, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>2ª Etapa - Corrida da Paz, em 19/março</li>
    <li>3ª Etapa - Corrida do Gari, em 11/maio</li> 
    <li>4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 29/maio</li>
    <li>5ª Etapa - Corrida pela  Cidadania, em 29/maio</li>
    <li>1ª Etapa - Circuito de ciclismo, em 06/novembro</li>
<br>11 mil participantes em 2017, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>2ª Etapa - Corrida do Trabalhador, em 1º/maio</li>
    <li>3ª Etapa - O Gari mais Veloz, em 11/maio</li>
    <li>4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 21/maio</li>
    <li>5ª Etapa - Maio Amarelo, promovida pelo DER, em 28/maio</li>
    <li>6ª Etapa - Virada do Cerrado, em 03/setembro</li> Realizadas corridas temáticas:<br>
<br>7 mil participantes em 2015, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>1ª Etapa - 5Km e 10Km - Aniversário de Brasília, em 21/abril</li>
    <li>2ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 31/maio</li> 
    <li>3ª Etapa - São Sebastião, em 16/agosto</li>
    <li>4ª Etapa - Santa Maria, em 07/setembro</li>
    <li>5ª Etapa - Virada do Cerrado, em 13/setembro</li>
    <li>6ª Etapa - Corrida da Criança, em 11/outubro</li>
<br>4,5 mil participantes em 2016, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>2ª Etapa - Corrida da Paz, em 19/março</li>
    <li>3ª Etapa - Corrida do Gari, em 11/maio</li> 
    <li>4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 29/maio</li>
    <li>5ª Etapa - Corrida pela  Cidadania, em 29/maio</li>
    <li>1ª Etapa - Circuito de ciclismo, em 06/novembro</li>
<br>11 mil participantes em 2017, divididos entre os seguintes circuitos de corrida de rua:<br>
    <li>2ª Etapa - Corrida do Trabalhador, em 1º/maio</li>
    <li>3ª Etapa - O Gari mais Veloz, em 11/maio</li>
    <li>4ª Etapa - Corrida Tiradentes, em 21/maio</li>
    <li>5ª Etapa - Maio Amarelo, promovida pelo DER, em 28/maio</li>
    <li>6ª Etapa - Virada do Cerrado, em 03/setembro</li> SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Realizadas edições da Corrida de Reis:
    • 45ª edição, em janeiro/2015, com 8 mil participantes
    • 46ª edição, em janeiro/2016, com 8 mil participantes
    • 47ª edição, em fevereiro/2017, com 16 mil participantes
    • 48ª edição, em março/2018, totalizando 22 mil participantes.
    Concluído Realizadas edições da Corrida de Reis:
<ul>
    <li>45ª edição, em janeiro/2015, com 8 mil participantes</li>
    <li>46ª edição, em janeiro/2016, com 8 mil participantes</li>
    <li>47ª edição, em fevereiro/2017, com 16 mil participantes</li>
    <li>48ª edição, em março/2018, totalizando 22 mil participantes.</li> Realizadas edições da Corrida de Reis:
<ul>
    <li>45ª edição, em janeiro/2015, com 8 mil participantes</li>
    <li>46ª edição, em janeiro/2016, com 8 mil participantes</li>
    <li>47ª edição, em fevereiro/2017, com 16 mil participantes</li>
    <li>48ª edição, em março/2018, totalizando 22 mil participantes.</li> SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Realizados em 2015, 2016 e 2017, os Jogos Abertos de Brasília, com o objetivo de identificar novos talentos e incentivas a comunidade a participar de atividades esportivas.
    • 2.500 inscritos em 2015
    • 3.200 inscritos em 2016
    • 2.580 inscritos em 2017
    Concluído SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Realizados, a partir de 2016, circuitos de lazer, que consistem na oferta de atividades como oficina de bola de gude, capoterapia, jogos de tabuleiro, circuitos esportivos, futebol, golzinho e voleibol, além de serviços de saúde, atendimento psicossocial, psicológico, jurídico e social a mulheres, nas regiões administrativas.

    Em 2016, foram realizados 10 circuitos, totalizando 1.833 atendidos:
    • 1ª Etapa - Sol Nascente, Ceilândia, em 21/maio
    • 2ª Etapa - São Sebastião, em 25/junho
    • 3ª Etapa - Planaltina, em 21/agosto
    • 4ª Etapa - QNN 13, Ceilândia, em 28/agosto
    • 5ª Etapa - Santa Maria, em 10/setembro
    • 6ª Etapa - Jardim Botânico, em 02/outubro
    • 7ª Etapa - Núcleo Bandeirante, em 08/outubro
    • 8ª Etapa - Sobradinho, em 12/outubro
    • 9ª Etapa - Vicente Pires, em 15/outubro
    • 10ª Etapa - São Sebastião, em 15/outubro

    Em 2017, foram realizados três circuitos, totalizando 495 participantes:
    • Escola Parque, Ceilândia, em 12/agosto
    • Praça do Estudante, Planaltina, em 12/agosto
    • Céu das Artes, Recanto das Emas, em 12/agosto

    Em 2018, no período de janeiro a junho foram realizados dois circuitos , totalizando 532 participantes:
    • Céu das Artes, Ceilândia, em 24/abril
    • Inauguração das Obras de Urbanização do Trecho I, Sol Nascente, em 10/junho
    • Mutirão da Cidadania Itapoã, em 01/setembro
    • Aniversário da Fercal, em 14/setembro
    Concluído Realizados, a partir de 2016, circuitos de lazer, que consistem na oferta de atividades como oficina de bola de gude, capoterapia, jogos de tabuleiro, circuitos esportivos, futebol, golzinho e voleibol, além de serviços de saúde, atendimento psicossocial, psicológico, jurídico e social a mulheres, nas regiões administrativas.<br>
<br>Em 2016, foram realizados 10 circuitos, totalizando 1.833 atendidos:<br>
<ul>
    <li>1ª Etapa - Sol Nascente, Ceilândia, em 21/maio</li>
    <li>2ª Etapa - São Sebastião, em 25/junho</li>
    <li>3ª Etapa - Planaltina, em 21/agosto</li>
    <li>4ª Etapa - QNN 13, Ceilândia, em 28/agosto</li>
    <li>5ª Etapa - Santa Maria, em 10/setembro</li>
    <li>6ª Etapa - Jardim Botânico, em 02/outubro</li>
    <li>7ª Etapa - Núcleo Bandeirante, em 08/outubro</li>
    <li>8ª Etapa - Sobradinho, em 12/outubro</li>
    <li>9ª Etapa - Vicente Pires, em 15/outubro</li>
    <li>10ª Etapa - São Sebastião, em 15/outubro</li>
</ul>
<br>Em 2017, foram realizados três circuitos, totalizando 495 participantes:<br>
<ul>
    <li>Escola Parque, Ceilândia, em 12/agosto</li>
    <li>Praça do Estudante, Planaltina, em 12/agosto</li>
    <li>Céu das Artes, Recanto das Emas, em 12/agosto</li>
</ul>
<br>Em 2018, no período de janeiro a junho foram realizados dois circuitos , totalizando 532 participantes:<br>
<ul>
   <li>Céu das Artes, Ceilândia, em 24/abril</li>
   <li>Inauguração das Obras de Urbanização do Trecho I, Sol Nascente, em 10/junho</li>   
   <li>Mutirão da Cidadania Itapoã, em 01/setembro</li>   
   <li>Aniversário da Fercal, em 14/setembro</li> SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Implantado, em 2016, o projeto Esporte nas Férias em 11 centros olímpicos e paralímpicos do DF.

    O projeto tem o objetivo de ampliar as ações voltadas ao esporte educacional no período de férias escolares, de acordo com o calendário anual da rede pública de ensino do DF, onde são realizadas ações dinâmicas de promoção de atividades esportivas, paraesportivas, de lazer e culturais com eixos temáticos educacionais. Em janeiro de 2018, incluso o projeto Esporte nas Férias no Centro Olímpico e Paralímpico de Planaltina.

    • 24.420 pessoas atendidas em 2016
    • 36.014 pessoas atendidas em 2017
    • 55.737 pessoas atendidas em 2018 (Dados referentes ao Esporte nas Férias de Janeiro/Julho)
    Concluído SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Implantados, em 2018, scanners corporais nas oito unidades de internação do Sistema Socioeducativo, a fim de substituir a revista humana - considerada vexatória - e ajudar a combater um dos principais problemas das unidades de internação: o fluxo de drogas para dentro dos prédios. Concluído Implantados, em 2018, scanners corporais nas oito unidades de internação do Sistema Socioeducativo, a fim de substituir a revista humana - considerada vexatória - e ajudar a combater um dos principais problemas das unidades de internação: o fluxo de drogas para dentro dos prédios. Implantados, em 2018, scanners corporais nas oito unidades de internação do Sistema Socioeducativo, a fim de substituir a revista humana - considerada vexatória - e ajudar a combater um dos principais problemas das unidades de internação: o fluxo de drogas para dentro dos prédios. SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
    Implantado o projeto Esporte Acesso de Todos nas unidades de internação, no período de recesso e férias escolares:
    • 893 socioeducandos atendidos em 2015
    • 1.670 socioeducandos atendidos em 2016
    • 1.630 socioeducandos atendidos em 2017
    • 2.514 socioeducandos atendidos em 2018
    O projeto é realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, no período de férias, nas sete Unidades de Internação, com a realização de torneios esportivos voltados, em média, a 800 socioeducandos, por meio da atuação de estagiários de educação física do Programa Centros Olímpicos e Paralímpicos, com a orientação de atividades esportivas aos jovens de 12 a 17 anos.
    Concluído Implantado o projeto Esporte Acesso de Todos nas unidades de internação, no período de recesso e férias escolares:
<ul>
    <li>893 socioeducandos atendidos em 2015</li>
    <li>1.670 socioeducandos atendidos em 2016</li>
    <li>1.630 socioeducandos atendidos em 2017</li>
    <li>2.514 socioeducandos atendidos em 2018</li></ul>

O projeto é realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, no período de férias, nas sete Unidades de Internação, com a realização de torneios esportivos voltados, em média, a 800 socioeducandos, por meio da atuação de estagiários de educação física do Programa Centros Olímpicos e Paralímpicos, com a orientação de atividades esportivas aos jovens de 12 a 17 anos. SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Implantados os Centros de Juventude de Ceilândia (QNN 13, Conjunto B, Área Especial), Estrutural (Área Especial Nº 8, Praça Central) e Samambaia (QS 402, conjunto G, Lote 01), que ofertam qualificação profissional, atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção ao uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária.

    Os jovens atendidos são encaminhados por meio dos Centros de Referência de Assistência Social - CRAS, com prioridade para aqueles integrantes de famílias do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - Cadúnico.

    Mais informações (link aqui)
    Concluído Implantados os Centros de Juventude de Ceilândia (QNN 13, Conjunto B, Área Especial), Estrutural (Área Especial Nº 8, Praça Central) e Samambaia (QS 402, conjunto G, Lote 01), que ofertam qualificação profissional, atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção ao uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária. 
</p>
Os jovens atendidos são encaminhados por meio dos Centros de Referência de Assistência Social - CRAS, com prioridade para aqueles integrantes de famílias do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - Cadúnico. 
</p>
Mais informações (<a href="http://www.crianca.df.gov.br/centros-de-juventude/">link aqui</a>) Implantados os Centros de Juventude de Ceilândia (QNN 13, Conjunto B, Área Especial), Estrutural (Área Especial Nº 8, Praça Central) e Samambaia (QS 402, conjunto G, Lote 01), que ofertam qualificação profissional, atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção ao uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária. 
</p>
Os jovens atendidos são encaminhados por meio dos Centros de Referência de Assistência Social - CRAS, com prioridade para aqueles integrantes de famílias do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - Cadúnico. 
</p>
Mais informações (<a href="http://www.crianca.df.gov.br/centros-de-juventude/">link aqui</a>) Implantados os Centros de Juventude de Ceilândia (QNN 13, Conjunto B, Área Especial), Estrutural (Área Especial Nº 8, Praça Central) e Samambaia (QS 402, conjunto G, Lote 01), que ofertam qualificação profissional, atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção ao uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária. 
</p>
Os jovens atendidos são encaminhados por meio dos Centros de Referência de Assistência Social - CRAS, com prioridade para aqueles integrantes de famílias do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - Cadúnico. 
</p>
Mais informações (<a href="http://www.crianca.df.gov.br/centros-de-juventude/">link aqui</a>) SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
    Realizadas atividades regulares da Escola de Esporte, localizada no Centro Poliesportivo Ayrton Senna, Plano Piloto, com média de atendimento de 6.400 pessoas/ano.

    A Escola oferece as seguintes modalidades: alongamento; corrida na água; ginástica acrobática; judô; karatê; musculação; natação; nado artístico e saltos ornamentais. Mais informações no site: (link aqui)

    Concluído Realizadas atividades regulares da Escola de Esporte, localizada no Centro Poliesportivo Ayrton Senna, Plano Piloto, com média de atendimento de 6.400 pessoas/ano. <p>
A Escola oferece as seguintes modalidades: alongamento; corrida na água; ginástica acrobática; judô; karatê; musculação; natação; nado artístico e saltos ornamentais. Mais informações no site:
(<a href="http://www.esporte.df.gov.br/calendario-2018/">link aqui</a>) SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

    MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

    ouvidoria.sesp.df@gmail.com
    Realizadas ações transversais nos 12 Centros Olímpicos e Paralímpicos para crianças, jovens, adultos e idosos, com participação de 145.582 pessoas, no quadriênio.(link aqui)
      Concluído SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

      MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

      ouvidoria.sesp.df@gmail.com
      Realizadas atividades regulares nos centros olímpicos e paralímpicos, espaço de convivência e lazer:
      • 549.850 atendimentos realizados em 2015
      • 604.377 atendimentos realizados em 2016
      • 762.368 atendimentos realizados em 2017
      • 716.342 atendimentos realizados de janeiro a outubro de 2018.
      Ao todo, 12 centros olímpicos ofertam atividades em 25 modalidades esportivas. Mais informações sobre atendimentos, modalidades, localização, requisitos, contatos, entre outros, podem ser acessadas pelo site da secretaria: (Link aqui).
      Concluído Realizadas atividades regulares nos centros olímpicos e paralímpicos, espaço de convivência e lazer:
<ul>
    <li>549.850 atendimentos realizados em 2015</li> 
    <li>604.377 atendimentos realizados em 2016</li> 
    <li>762.368 atendimentos realizados em 2017</li>
    <li>716.342 atendimentos realizados de janeiro a outubro de 2018.</li> 
</ul>
Ao todo, 12 centros olímpicos ofertam atividades em 25 modalidades esportivas. Mais informações sobre atendimentos, modalidades, localização, requisitos, contatos, entre outros, podem ser acessadas pelo site da secretaria: (<a href="http://www.esporte.df.gov.br/informacoes-gerais-2/">Link aqui</a>). SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

      MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

      ouvidoria.sesp.df@gmail.com
      Realizados atendimentos pelo programa Boleiros, que tem a finalidade de fomentar e apoiar o desenvolvimento do esporte amador praticado nas regiões administrativas:
      • 516.200 atendimentos realizados em 2015
      • 662.900 atendimentos realizados em 2016
      • 437.400 atendimentos realizados em 2017
      • 186.000 atendimentos realizados em 2018
      Concluído SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, TURISMO E LAZER DO DISTRITO FEDERAL

      MIRIAM INÊZ PESSOA FRANÇA

      ouvidoria.sesp.df@gmail.com
      Iniciado o Projeto Cuidando da Vida, em abril/2017. O projeto previu o acompanhamento social e o acesso à moradia para 30 famílias, que vivem em situação de rua e alta vulnerabilidade social e que fazem uso de drogas. Trata-se de projeto piloto que experimentou a metodologia do "Housing First", na qual o acesso à moradia estável é tomado como necessidade primária e a partir da qual são articuladas ações de saúde, trabalho, educação e cultura, em parceria com a comunidade.

      Em 2018, dez pessoas foram beneficiadas com moradia, por meio do aluguel de espaços pagos pelo projeto. Outras nove pessoas tiveram acompanhamento por meio do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, para o pagamento dos seus aluguéis. As ações do projeto previram também a inclusão no mercado de trabalho e o acompanhamento integrado da política de saúde.
      • Em 2017: 18 famílias acompanhadas
      • Em 2018: 19 famílias acompanhadas
      Concluído Iniciado o Projeto Cuidando da Vida, em abril/2017. O projeto previu o acompanhamento social e o acesso à moradia para 30 famílias, que vivem em situação de rua e alta vulnerabilidade social e que fazem uso de drogas. Trata-se de projeto piloto que experimentou a metodologia do "Housing First", na qual o acesso à moradia estável é tomado como necessidade primária e a partir da qual são articuladas ações de saúde, trabalho, educação e cultura, em parceria com a comunidade. 
</p>
Em 2018, dez pessoas foram beneficiadas com moradia, por meio do aluguel de espaços pagos pelo projeto. Outras nove pessoas tiveram acompanhamento por meio do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, para o pagamento dos seus aluguéis. As ações do projeto previram também a inclusão no mercado de trabalho e o acompanhamento integrado da política de saúde.
<ul>
    <li>Em 2017: 18 famílias acompanhadas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: 19 famílias acompanhadas</li>
</ul> Iniciado o Projeto Cuidando da Vida, em abril/2017. O projeto previu o acompanhamento social e o acesso à moradia para 30 famílias, que vivem em situação de rua e alta vulnerabilidade social e que fazem uso de drogas. Trata-se de projeto piloto que experimentou a metodologia do "Housing First", na qual o acesso à moradia estável é tomado como necessidade primária e a partir da qual são articuladas ações de saúde, trabalho, educação e cultura, em parceria com a comunidade. 
</p>
Em 2018, dez pessoas foram beneficiadas com moradia, por meio do aluguel de espaços pagos pelo projeto. Outras nove pessoas tiveram acompanhamento por meio do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, para o pagamento dos seus aluguéis. As ações do projeto previram também a inclusão no mercado de trabalho e o acompanhamento integrado da política de saúde.
<ul>
    <li>Em 2017: 18 famílias acompanhadas</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: 19 famílias acompanhadas</li>
</ul> SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

      FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

      ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
       
      
       
       
       
      SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
      SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
      CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
      NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
      SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
      GOVERNO DE BRASÍLIA

      Todos os direitos Reservados ©
      Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
      CEP 70075-900.
           
       
      POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
      VERSÃO 1.0