Transparência    Ouvidoria    Acesso à Informação    Diário Oficial    Portal do Governo de Brasília  
   
BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
 
 
 
 
 
 
INICIAL    DESTAQUES    TEMÁTICAS    PRIORIDADES    INICIATIVAS    POR ÓRGÃO   MAPA ESTRATÉGICO
Programa: Políticas para Segmentos Sociais
 
Prioridade: Integração de ações da Agência do Trabalhador para atuar em frentes distintas, online e offline: capacitação para empreendedorismo, melhoria da empregabilidade de jovens e adultos, reeducandos e pessoas com deficiência, incluindo cursos para vocações locais e outros.
INICIATIVA STATUS ARQUIVOS
CONTATO
Implantado, em 2015, o Portal Qualifica Mais Brasília alcançou 69.084 inscrições e 25.545 certificações em 26 cursos gratuitos na modalidade de ensino a distância - EAD até maio de 2018, data de encerramento do contrato das fases 1 e 2 do programa. Cursos ofertados:

  • Agente de turismo; assistente administrativo; assistente de departamento financeiro; assistente de departamento pessoal; auxiliar de escritório; operador de sistema de computador; recepcionista; técnicas de vendas; português instrumental; Excel; Word; análise de crédito e cobrança; planejamento estratégico; inglês básico instrumental para escritório e ferramentas de informática; atendimento ao público; assistente de marketing; gestão financeira; recolocação profissional; telemarketing; gestão de Organizações da Sociedade Civil; tecnologia social - voluntariado; abrindo um novo negócio; formação de preço de venda; tornando-se um microempreendedor individual de sucesso; gerenciando micro e pequenas empresas; e criando um novo negócio digital.
  • Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

    FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

    ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
    Ofertados cursos e palestras de recolocação profissional, na modalidade presencial, pelo Programa Qualifica Mais Brasília. Foram certificadas:
    • Em 2016: 758 pessoas
    • Em 2017: 189 pessoas
    • Em 2018: 421 pessoas
    Concluído SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

    FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

    ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
    Implantado o #BoraVencer Profissionalizante em 2016, para ofertar aos jovens do Distrito Federal, especialmente àqueles em situação de vulnerabilidade social, qualificação profissional em diversas áreas a fim de contribuir para a inserção deles no mercado de trabalho ou geração de renda autônoma.

    Os cursos ofertados são: mecânica de autos; robótica; técnico e manutenção de equipamentos de informática; artesanato de bijóias/material reciclável; web designer; programador de aplicativos android; maquiagem/designer de sobrancelhas; atendente de consultório médico e dentário; contabilidade; organizador de eventos e assistente administrativo.

    A duração do #BoraVencer Profissionalizante é de dois meses e apenas jovens com idade entre 15 e 29 anos podem participar.

    • Em 2016: 1.000 jovens atendidos
    • Em 2017: 3.000 jovens atendidos
    • Em 2018: 4.000 jovens atendidos
    Concluído Implantado o #BoraVencer Profissionalizante em 2016, para ofertar aos jovens do Distrito Federal, especialmente àqueles em situação de vulnerabilidade social, qualificação profissional em diversas áreas a fim de contribuir para a inserção deles no mercado de trabalho ou geração de renda autônoma.</p> 
Os cursos ofertados são: mecânica de autos; robótica; técnico e manutenção de equipamentos de informática; artesanato de bijóias/material reciclável; web designer; programador de aplicativos android; maquiagem/designer de sobrancelhas; atendente de consultório médico e dentário; contabilidade; organizador de eventos e assistente administrativo.</p> 
A duração do #BoraVencer Profissionalizante é de dois meses e apenas jovens com idade entre 15 e 29 anos podem participar.</p>
<ul>
    <li>Em 2016: 1.000 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: 3.000 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: 4.000 jovens atendidos</li>
</ul> Implantado o #BoraVencer Profissionalizante em 2016, para ofertar aos jovens do Distrito Federal, especialmente àqueles em situação de vulnerabilidade social, qualificação profissional em diversas áreas a fim de contribuir para a inserção deles no mercado de trabalho ou geração de renda autônoma.</p> 
Os cursos ofertados são: mecânica de autos; robótica; técnico e manutenção de equipamentos de informática; artesanato de bijóias/material reciclável; web designer; programador de aplicativos android; maquiagem/designer de sobrancelhas; atendente de consultório médico e dentário; contabilidade; organizador de eventos e assistente administrativo.</p> 
A duração do #BoraVencer Profissionalizante é de dois meses e apenas jovens com idade entre 15 e 29 anos podem participar.</p>
<ul>
    <li>Em 2016: 1.000 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: 3.000 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: 4.000 jovens atendidos</li>
</ul> Implantado o #BoraVencer Profissionalizante em 2016, para ofertar aos jovens do Distrito Federal, especialmente àqueles em situação de vulnerabilidade social, qualificação profissional em diversas áreas a fim de contribuir para a inserção deles no mercado de trabalho ou geração de renda autônoma.</p> 
Os cursos ofertados são: mecânica de autos; robótica; técnico e manutenção de equipamentos de informática; artesanato de bijóias/material reciclável; web designer; programador de aplicativos android; maquiagem/designer de sobrancelhas; atendente de consultório médico e dentário; contabilidade; organizador de eventos e assistente administrativo.</p> 
A duração do #BoraVencer Profissionalizante é de dois meses e apenas jovens com idade entre 15 e 29 anos podem participar.</p>
<ul>
    <li>Em 2016: 1.000 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017: 3.000 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: 4.000 jovens atendidos</li>
</ul> SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
    Ampliadas as vagas gerais ofertadas no âmbito do Programa Fábrica Social, reservando 5% para pessoas com deficiência, com redimensionamento da estrutura de formação, agregando conteúdos relativos a conhecimentos básicos e conhecimentos de gestão/empreendedorismo, além dos conhecimentos específicos, com vistas à inclusão produtiva. Foram ofertadas no total 243 vagas, dentro dessa reserva:
    • Em 2016 - 70 vagas de um total de 1.400 vagas
    • Em 2017 - 73 vagas de um total de 1.450 vagas
    • Em 2018 - 100 vagas de um total de 2.000 vagas
    Concluído Ampliadas as vagas gerais ofertadas no âmbito do Programa Fábrica Social, reservando 5% para pessoas com deficiência, com redimensionamento da estrutura de formação, agregando conteúdos relativos a conhecimentos básicos e conhecimentos de gestão/empreendedorismo, além dos conhecimentos específicos, com vistas à inclusão produtiva. Foram ofertadas no total 243 vagas, dentro dessa reserva:
<ul>
    <li>Em 2016 -  70 vagas de um total de 1.400 vagas </li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017 - 73 vagas de um total de 1.450 vagas</li>
</ul>
    
</ul><ul>
    <li>Em 2018 - 100 vagas de um total de 2.000 vagas</li>
</ul>


Ampliadas as vagas gerais ofertadas no âmbito do Programa Fábrica Social, reservando 5% para pessoas com deficiência, com redimensionamento da estrutura de formação, agregando conteúdos relativos a conhecimentos básicos e conhecimentos de gestão/empreendedorismo, além dos conhecimentos específicos, com vistas à inclusão produtiva. Foram ofertadas no total 243 vagas, dentro dessa reserva:
<ul>
    <li>Em 2016 -  70 vagas de um total de 1.400 vagas </li>
</ul><ul>
    <li>Em 2017 - 73 vagas de um total de 1.450 vagas</li>
</ul>
    
</ul><ul>
    <li>Em 2018 - 100 vagas de um total de 2.000 vagas</li>
</ul>


SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

    FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

    ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
    Ofertado curso de qualificação para 350 alunos nos conteúdos básicos (noções de matemática, linguagem, direitos trabalhistas, meio ambiente, etc). Os cursos foram ministrados na Fábrica Social em parceria com a Secretaria de Educação - SEE/Pronatec, nos anos de 2016/2017. Concluído Ofertado curso de qualificação para 350 alunos nos conteúdos básicos (noções de matemática, linguagem, direitos trabalhistas, meio ambiente, etc). Os cursos foram ministrados na Fábrica Social em parceria com a Secretaria de Educação - SEE/Pronatec, nos anos de 2016/2017. SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

    FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

    ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
    Estabelecida parceria para realização de curso de especialização, em 2015, com:
    • Sebrae: qualificação de 25 alunos na área do Empreendedorismo.
    Concluído Estabelecida parceria para realização de curso de especialização, em 2015, com:
<ul>
 
    <li>Sebrae: qualificação de 25 alunos na área do Empreendedorismo.</li>
</ul>
SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

    FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

    ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
    Inaugurada, em dezembro de 2015, a Agência do Trabalhador para Pessoas com Deficiência, na Estação do Metrô da 112 sul. Na nova unidade, estão sendo oferecidos serviços como intermediação de mão de obra, emissão da Carteira de Trabalho, acesso ao seguro-desemprego, cursos de qualificação, informações sobre Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS e inserção de dados no Cadastro Nacional de Trabalhadores com Deficiência. Na agência, funciona também a Central de Intérpretes de Libras, que é um serviço prestado à pessoa com deficiência auditiva. Concluído Inaugurada, em dezembro de 2015, a Agência do Trabalhador para Pessoas com Deficiência, na Estação do Metrô da 112 sul. Na nova unidade, estão sendo oferecidos serviços como intermediação de mão de obra, emissão da Carteira de Trabalho, acesso ao seguro-desemprego, cursos de qualificação, informações sobre Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS e inserção de dados no Cadastro Nacional de Trabalhadores com Deficiência. Na agência, funciona também a Central de Intérpretes de Libras, que é um serviço prestado à pessoa com deficiência auditiva.
SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO SOCIAL, MULHERES, IGUALDADE RACIAL E DIREITOS HUMANOS

    FLÁVIA RODRIGUES GUIMARÃES

    ouvidoria@sedestmidh.df.gov.br
    Implantado o programa Brasília + Jovem Candango, em 2015, e recepcionado pela Secretaria da Criança, em 2016. O programa visa promover a formação técnico-profissional do aprendiz, por meio de atividades organizadas e compatíveis com seu desenvolvimento físico, moral e psicológico. Foram beneficiados 2.983 jovens até dezembro/2017.

    O valor da bolsa é de 2/3 do salário mínimo mais benefícios, totalizando R$ 1.300,00. No ano de 2018 foram pagas 16.118 bolsas (até outubro). No último levantamento, realizado em outubro/2018, constavam 2.265 jovens ativos no programa. Em novembro foram convocados mais 104 novos aprendizes.
    Concluído Implantado o programa Brasília + Jovem Candango, em 2015, e recepcionado pela Secretaria da Criança, em 2016. O programa visa promover a formação técnico-profissional do aprendiz, por meio de atividades organizadas e compatíveis com seu desenvolvimento físico, moral e psicológico. Foram beneficiados 2.983 jovens até dezembro/2017.
</p>
O valor da bolsa é de 2/3 do salário mínimo mais benefícios, totalizando R$ 1.300,00. No ano de 2018 foram pagas 16.118 bolsas (até outubro). No último levantamento, realizado em outubro/2018, constavam 2.265 jovens ativos no programa. Em novembro foram convocados mais 104 novos aprendizes. Implantado o programa Brasília + Jovem Candango, em 2015, e recepcionado pela Secretaria da Criança, em 2016. O programa visa promover a formação técnico-profissional do aprendiz, por meio de atividades organizadas e compatíveis com seu desenvolvimento físico, moral e psicológico. Foram beneficiados 2.983 jovens até dezembro/2017.
</p>
O valor da bolsa é de 2/3 do salário mínimo mais benefícios, totalizando R$ 1.300,00. No ano de 2018 foram pagas 16.118 bolsas (até outubro). No último levantamento, realizado em outubro/2018, constavam 2.265 jovens ativos no programa. Em novembro foram convocados mais 104 novos aprendizes. SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
    Ofertados cursos no Centro de Juventude de Ceilândia, localizado na QNN 13, Conjunto B, Área Especial. Além de qualificação profissional, são ofertadas atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção do uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária.

    • Em 2017: 1.283 jovens atendidos
    • Em 2018: 5.072 jovens atendidos

    Mais informações (link aqui)
    Concluído Ofertados cursos no Centro de Juventude de Ceilândia, localizado na QNN 13, Conjunto B, Área Especial. Além de qualificação profissional, são ofertadas atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção do uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária. </p> 
<ul>
    <li>Em 2017: 1.283 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li>Em 2018: 5.072 jovens atendidos</li>
</ul>
</p>Mais informações (<a href="http://www.crianca.df.gov.br/centro-de-juventude-de-ceilandia/">link aqui</a>) SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
    Ofertados cursos no Centro de Juventude da Estrutural, localizado na Área Especial Nº 8, Praça Central. Além de qualificação profissional, são ofertadas atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção do uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária.

    • Em 2017: 1.236 jovens atendidos
    • Em 2018: 5.308 jovens atendidos

    Mais informações (link aqui)
    Concluído Ofertados cursos no Centro de Juventude da Estrutural, localizado na Área Especial Nº 8, Praça Central. Além de qualificação profissional, são ofertadas atividades de convivência, inclusão digital, cultura, esporte, lazer, formação para o empreendedorismo, assistência social, prevenção do uso de drogas ilícitas, ação social e comunitária. </p>
<ul>
    <li> Em 2017: 1.236 jovens atendidos</li>
</ul><ul>
    <li> Em 2018: 5.308 jovens atendidos</li>
</ul>
</p>Mais informações (<a href="http://www.crianca.df.gov.br/centro-de-juventude-da-estrutural/">link aqui</a>) SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
    Implantado, em 20/02/2018, o Centro de Juventude de Samambaia, localizado na QS 402, Conjunto G, Lote 01. Estão sendo ofertados cursos de culinária sustentável e empregabilidade, assistente administrativo e mecânica de autos. Em 2018 foram realizados 3.118 atendimentos. Concluído Implantado, em 20/02/2018, o Centro de Juventude de Samambaia, localizado na QS 402, Conjunto G, Lote 01. Estão sendo ofertados cursos de culinária sustentável e empregabilidade, assistente administrativo e mecânica de autos. Em 2018 foram realizados 3.118 atendimentos. SECRETARIA DE ESTADO DE POLITICAS CRIANCAS, ADOLESCENTES E JUVENTUDE

    JOSÉ CARLOS PRESTES ROCHA JUNIOR

    ouvidoria@crianca.df.gov.br
     
    
     
     
     
    SOBRE BRASÍLIA TRANSPARÊNCIA TURISMO
    SOBRE O GOVERNO OUVIDORIA CARTA DE SERVIÇOS
    CIDADÃO ACESSO À INFORMAÇÃO DÚVIDAS FREQUENTES
    NEGÓCIOS COMUNICAR ERROS FALE COM O GOVERNO
    SERVIDOR ACESSIBILIDADE  
    GOVERNO DE BRASÍLIA

    Todos os direitos Reservados ©
    Palácio do Buriti, Praça do Buriti Brasília - DF
    CEP 70075-900.
         
     
    POTAL DE BALANÇO DAS PRIORIDADES DO GOVERNO DE BRASÍLIA
    VERSÃO 1.0